Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37655
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão-
dc.contributor.authorNunes, Davnamécia Sousa-
dc.date.accessioned2018-11-26T16:52:36Z-
dc.date.available2018-11-26T16:52:36Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationNUNES, D. S. Avaliação do sono de crianças prematuras egressas da unidade neontal. 2018. 39 f. Monografia (Graduação em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37655-
dc.description.abstractSleep is a physiological and behavioral function that changes drastically as growth and development. Children who born premature and need special care they are sent to neonatal units. The fast growth of children, in a way, interferes in the construction of a regular pattern sleep, being important its evaluation and orientation. The objective was to characterize the sleep of premature children who are discharged from the neonatal unit in the perception of parents/caregivers. The study is descriptive, it was developed at the Pediatrics Specialized Ambulatory of Walter Cantídio University Hospital, in the city of Fortaleza-CE from April to June, 2018. The study had a sample of 14 caregivers and 14 children, who they were selected for convenience. A semi-structured form with maternal and neonatal variables was applied, focusing on the children nocturnal sleep. Data were analyzed through descriptive statistics and it presented by tables. The Ethics Committee of the Federal University of Ceara, CAEE 80074017.6.0000.5054, approved the project. The results were: all caregivers were female, with a mean age of 25.78 years and the majority of Fortaleza (68.28%). For children, most of them were chronological age of 13 to 18 months; they were male and born with gestational age of 31 to 34 weeks and 6 days. The birth weightranged from 1485 to 2426 grams, with a mean of 1962, 46grams. All children were hospitalized at some point in the Kangoroo Neonatal Intermediate Care Unit, 11 (50%) were discharged from the NICU. All children in the study population had daytime naps, most of them (71.42%) slept between 7:00 p.m. and 10:29 p. m., and 57.14% woke up between 5:30 a.m. and 7:59 a.m. As for the children sleep total duration, 71.42% slept from 8 to 10 hours per night. Most of the children at bedtime, shared the bed with their mother/parents and 78.57% had 1 to 2 awakenings per night. Breastfeeding was the main cause of nocturnal awakening in children (57.14%). It is concluded that a more detailed investigation into the sleep habits of premature children allows a better orientation and intervention to improve their sleep patterns. Different aspects ca be decisive in constructing a healthy sleep-wake cycle that involves behaviors of the whole family as well as the environment, not just the infant aspects.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectSonopt_BR
dc.subjectRecém-Nascido Prematuropt_BR
dc.subjectCriançapt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.titleAvaliação do sono de crianças prematuras egressas da unidade neonatalpt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrO sono é uma função fisiológica e comportamental que muda drasticamente conforme o crescimento e desenvolvimento. Crianças que nascem prematuras e necessitam de cuidados especiais, são encaminhadas as unidades neonatais. O crescimento rápido das crianças, de certa forma, interfere na construção de um padrão de sono regular, sendo importante sua avaliação e orientação. Objetivou-se caracterizar o sono de crianças prematuras egressas da unidade neonatal na percepção dos pais/cuidadores. Estudo do tipo descritivo, desenvolvido no Ambulatório Especializado de Pediatria do Hospital Universitário Walter Cantídio, na cidade de Fortaleza-CE no período de abril a junho de 2018. O estudo teve como amostra um total de 14 cuidadores e 14 crianças, as quais foram selecionados por conveniência consecutiva. Foi aplicado um formulário semiestruturado com variáveis maternas, neonatais e com enfoque no sono noturno das crianças. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva e apresentados em tabelas. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Ceará, CAAE 80074017.6.0000.5054. Os resultados encontrados foram: todos cuidadores eram do sexo feminino, com média de idade de 25,78 anos e a maioria de Fortaleza (68,28%). Para as crianças, a maioria estava na idade cronológica de 13 a 18 meses, eram do sexo masculino e no nascimento com idade gestacional de 31 a 34 semanas e 6 dias.O peso ao nascer variou de 1485 a 2426 gramas, com média de 1962,46 g.Todas as crianças foram hospitalizadas, em algum momento na Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru(UCINCa), sendo que 11 (50%) dessas são egressas da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCIN).Todas as crianças da população deste estudo realizavam sestas diurnas, a maioria(71,42%) dormiam entre 19:00 e 22:29 horas da noite, e 57,14% acordavam entre 05:30 e 07:59 horas da manhã. Quanto à duração total de sono das crianças 71,42% dormiam de 8 a 10 horas por noite. A maior parte, na hora de dormir, compartilhavam a cama com a mãe/pais e 78,57%tinha de 1 a 2 despertares por noite. A amamentação foi o principal motivo dos despertares noturnos das crianças (57,14%). Conclui-se que a investigação de forma mais detalhada nos hábitos do sono de crianças prematuras, possibilita uma melhor orientação e intervenção para a melhora de seus padrões de sono. Diferentes aspectos podem ser decisivos na construção de um ciclo de sono-vigília saudável que envolve comportamentos de toda a família, bem como o ambiente, e não somente o da criança.pt_BR
Appears in Collections:ENFERMAGEM - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_dsnunes.pdf847,34 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.