Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37828
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorAndriola, Wagner Bandeira-
dc.contributor.authorBarbosa, Maria José-
dc.date.accessioned2018-11-30T10:38:24Z-
dc.date.available2018-11-30T10:38:24Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationAndriola, W. B.; Barbosa, M. J. (2006)pt_BR
dc.identifier.isbn85 7485 098 5-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/37828-
dc.descriptionANDRIOLA, Wagner Bandeira; BARBOSA, Maria José. Educação de Jovens e Adultos no Estado do Ceará: uma avaliação do Projeto Tempo de Avançar. In: CONGRESSO INTERNACIONAL EM AVALIAÇÃO EDUCACIONAL, 3., Fortaleza, 16-18 nov. 2006. Anais... Fortaleza: Imprensa Universitária, 2006. p. 36-42.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherIII Congresso Internacional em Avaliação Educacionalpt_BR
dc.subjectAvaliaçãopt_BR
dc.subjectProjeto Tempo de Avançarpt_BR
dc.subjectEducação de Jovens e Adultospt_BR
dc.subjectCearápt_BR
dc.titleEducação de Jovens e Adultos no Estado do Ceará: uma avaliação do Projeto Tempo de Avançarpt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO Projeto Tempo de Avançar foi desenvolvido pela Secretaria de Educação Básica do Estado do Ceará, planejado dentro de uma política de governo do estado denominado “Capacitação ampla da população cearense”, envolveu todos os municípios do estado do Ceará, e teve como parceiros a Fundação Roberto Marinho, prefeituras e sindicatos. Oriundo de uma seqüência de ações desenvolvidas para correção da defasagem idade/série. A versão do Tempo de Avançar implantada no ano 2000, destinava-se, inicialmente, aos alunos matriculados de 5ª a 7ª série que estivessem com mais de dois anos de defasagem idade/série, 16 anos para o fundamental e nas duas primeiras séries do ensino médio com idade igual ou superior a dezoito anos. Teve como metodologia a veiculação e recepção organizada de teleaulas do Telecurso 2000 (ensino fundamental e médio), em convênio com a fundação Roberto Marinho. O tempo para estudo de cada nível de ensino era de um ano para o ensino fundamental e um ano e três meses para o ensino médio. Após a divulgação matricularam-se no projeto pessoas que estavam afastadas do estudo há muito tempo além do público a que se destinava. O planejamento inicial era de implantar 2.500 (duas mil e quinhentas) telessalas de ensino fundamental e médio, na implantação chegou a mais de 4000 telessalas. Só no ensino fundamental no período de 2000 a 2003 o projeto atendeu a 428.940 educandos. Referido projeto foi um marco no estado do Ceará em número de matriculados, terá sido tão importante na vida dos alunos? [...]pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_eve_wbandriolamjbarbosa.pdf92,52 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.