Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38525
Title in Portuguese: Breves indicações sobre o contexto histórico, os limites e as contradições da esquerda hegeliana
Title: Brief indications about the historical context, the limits and contradictions of the hegelian left
Author: Costa, Frederico Jorge Ferreira
Keywords: Alemanha
Neohegelianismo
Luta de Classes
Issue Date: 2018
Publisher: Revista Dialectus
Citation: COSTA, Frederico Jorge Ferreira. Breves indicações sobre o contexto histórico, os limites e as contradições da esquerda hegeliana. Revista Dialectus, Fortaleza, v. 5, n. 12, p. 265-283, jan./jul. 2018.
Abstract in Portuguese: O presente artigo é expressão de um dos momentos de pesquisa pós-doutoral centrada na construção do método em Karl Marx, o que exigiu um diálogo crítico com a filosofia neohegeliana, em particular com a denominada, não sem divergências, esquerda hegeliana. Nesse sentido, busca-se inserir o neohegelianismo no contexto das contradições de classes próprias da realidade alemã do século XIX. O núcleo central da análise é a relação entre filosofia da esquerda hegeliana e a possibilidade de constituição de um movimento liberal no quadro histórico de emergência política do proletariado. Por meio da leitura imanente de fontes primárias, de pesquisadores da temática e intérpretes, esta exposição estrutura-se em três partes. Primeiramente, a exposição da realidade alemã na transição dos séculos XVIII-XIX, sem a qual é impossível compreender a constituição da esquerda hegeliana. Em segundo lugar, apresentam-se os contornos gerais do pensamento de Hegel, em seus elementos progressivos e contraditórios. Por último, levantam-se indicações a partir de problematizações sobre contribuições selecionadas de pensadores emblemáticos da denominada esquerda hegeliana com suas contradições e limitações frente ao horizonte alemão da luta de classes.
Abstract: This article is an expression of one of the moments of postdoctoral research centered on the construction of the method in Marx, which necessitated a critical dialogue with the neohegelian philosophy, in particular with the so-called, not without disagreements, hegelian left. In this sense, it is sought to insert neohegelianism in the context of the contradictions of classes proper to the german reality of the nineteenth century. The central nucleus of the analysis is the relation between philosophy of the Hegelian left and the possibility of constitution of a liberal movement in the historical picture of political emergency of the proletariat. Through the immanent reading of primary sources, researchers of thematic and interpreters this exhibition is structured in three parts. First, the exposition of the german reality in the transition from the eighteenth to the nineteenth centuries, without which it is impossible to understand the constitution of the hegelian left. Second, the general contours of Hegel's thought are presented in their progressive and contradictory elements. Finally, indications are drawn from problematizations on selected contributions of emblematic thinkers of the so-called hegelian left, with their contradictions and limitations in the face of the german horizon of the class struggle.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38525
ISSN: 2317-2010
Appears in Collections:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_fjfcosta.pdf684,99 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.