Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38533
Title in Portuguese: A influência hegeliana do reconhecimento em Charles Taylor e Axel Honnet na contemporaneidade
Title: The hegelian influence of recognition in Charles Taylor and Axel Honneth in contemporary
Author: Araújo Neto, José Aldo Camurça de
Keywords: Reconhecimento
Intersubjetividade
Liberdade
Issue Date: 2018
Publisher: Revista Dialectus
Citation: ARAÚJO NETO, José Aldo Camurça de. A influência hegeliana do reconhecimento em Charles Taylor e Axel Honnet na contemporaneidade. Revista Dialectus, Fortaleza, v. 5, n. 12, p. 400-418, jan./jul. 2018.
Abstract in Portuguese: O presente artigo pretende analisar a categoria reconhecimento nas filosofias de Charles Taylor e Axel Honneth. O tema em questão apresenta relevância na contemporaneidade pelo fato da existência de grupos sociais, entidades ditas minoritárias que desejam mais espaços públicos de discussão a fim de terem seus direitos reconhecidos, efetivados. Nesse sentido, faz-se necessário inserir na discussão dois autores atuais que tratam do assunto reconhecimento em seus sistemas filosóficos. Não por acaso que o fio condutor adotado neste escrito são os escritos juvenis de Hegel em Iena. Isso porque a filosofia deste autor alemão traz a intersubjetividade como elemento central na presente discussão. Dito de outro modo, a construção especulativa desta mediação propicia a efetivação da ideia de liberdade e, consequentemente, a possível concretização da ideia de vida ética comunitária. Nesse ponto, os autores contemporâneos se aproximam no que tange a essa tentativa de analisar as mediações desse tipo de reconhecimento para a sociedade atual. Ainda assim, os mesmos possuem algumas diferenças que a presente argumentação pretende desenvolver.
Abstract: The present article intends to analyze the category recognition in the philosophies of Charles Taylor and Axel Honneth. The issue in question is relevant in contemporary times because of the existence of social groups, so-called minority entities that want more public spaces of discussion in order to have their rights recognized, effective. In this sense, it is necessary to insert in the discussion two current authors who deal with the subject recognition in their philosophical systems. It is not by chance that the guiding principle adopted in this writing is Hegel's juvenile writings in Iena. This is because the philosophy of this German author brings intersubjectivity as the central element in the present discussion. In other words, the speculative construction of this mediation leads to the realization of the idea of freedom and, consequently, the possible realization of the idea of community ethical life. At this point, the contemporary authors are approaching in this attempt to analyze the mediations of this type of recognition for today's society. Even so, they have some differences that the present argument intends to develop.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38533
ISSN: 2317-2010
Appears in Collections:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_art_jacaneto.pdf632,01 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.