Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38698
Title in Portuguese: Efeito de uma solução higienizadora a base de óleo essencial de lippia sidoides nas propriedades mecânicas e de superfície de uma resina acrílica para base de prótese
Author: Moura, Paulo Matheus Marinho Moreira de
Advisor(s): Regis, Rômulo Rocha
Keywords: Desinfecção
Lippia
Medicamentos Fitoterápicos
Propriedades de Superfície
Prótese Dentária
Issue Date: 6-Dec-2018
Citation: MOURA, P. M. M. M. de. Efeito de uma solução higienizadora a base de óleo essencial de lippia sidoides nas propriedades mecânicas e de superfície de uma resina acrílica para base de prótese. 2018. 34 f. TCC (Graduação em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Abstract in Portuguese: INTRODUÇÃO: A aplicação de uma ampla variedade de fitoterápicos na Odontologia tem sido apresentada na literatura. Dentre as plantas estudadas, destaca-se a Lippia sidoides Cham., popularmente conhecida como “alecrim-pimenta”, cujo óleo essencial é rico em compostos como o timol e o carvacrol, os quais apresentam um amplo espectro de ação contra leveduras e bactérias. Entretanto, nenhum estudo investigou a aplicação de soluções a base de óleo essencial de Lippia sidoides (OELS) como meio auxiliar para higienização de próteses dentárias. OBJETIVO: Investigar a influência de uma solução higienizadora experimental a base de OELS na estabilidade de cor, rugosidade de superfície, microdureza, resistência flexural e alteração de massa de uma resina acrílica para base de prótese dentária. MATERIAL E MÉTODO: Espécimes retangulares foram divididos aleatoriamente em 5 grupos (n=10) de acordo com a solução de imersão: água destilada, hipoclorito de sódio 1%, digluconato de clorexidina 0,2%, solução de OELS 0,02% e solução de OELS 0,2%. Antes e após 15, 25 e 50 dias de imersão nas soluções, a rugosidade foi avaliada por meio de um rugosímetro digital, a microdureza por meio de um durômetro com ponta Knoop, a alteração de cor utilizando-se um espectrofotômetro portátil, a variação de massa por meio de balança analítica, e a resistência a flexão por meio de uma máquina de ensaio universal. Os dados foram submetidos ao teste de normalidade Kolmogorov-Smirnov e comparados por meio de ANOVA-2-way/Bonferroni (α=0,05), utilizando o software GraphPad Prism 5.0. RESULTADOS: Ao final do estudo, a variação causada na rugosidade de superfície, microdureza e massa pelas soluções de OELS, em ambas concentrações testadas, foi semelhante à água destilada. Quando na maior concentração, a solução experimental gerou alterações comparáveis ao hipoclorito de sódio 1% e clorexidina 0,2% na estabilidade de cor e resistência flexural, entretanto, essas alterações ocorreram dentro dos limites de aceitabilidade clínica e manutenção da resistência do material. CONCLUSÃO: De acordo com os resultados obtidos podemos concluir que, no geral, a solução a base de OELS na concentração 0,02% gera alterações controladas nas propriedades avaliadas, semelhantes à água destilada. Quando em concentração maior (0,2%), as alterações na estabilidade de cor e resistência a flexão foram potencializadas.
Abstract: INTRODUCTION: The application of a wide variety of herbal medicines in Dentistry has been presented in the literature. Among the plants studied, Lippia sidoides Cham., popularly known as "alecrim-pimenta", whose essential oil main components thymol and carvacrol, present a broad spectrum of action against yeasts and bacteria. However, no study has investigated the application of essential oil-based solutions of Lippia sidoides (OELS) as an aid to cleaning of dentures. PURPOSE: Investigate the influence of an experimental OELS solution for denture hygiene on the color stability, surface roughness, microhardness, flexural strength and mass change of a denture base acrylic resin. MATERIAL AND METHODS: Rectangular specimens were randomly divided in 5 groups (n = 10) according to the immersion solution: distilled water, 1% sodium hypochlorite, chlorhexidine digluconate 0.2%, 0.02% OELS solution and 0.2% OELS solution. Before and after 15, 25 and 50 days of immersion, the roughness was measured by means of a digital roughness tester, microhardness by means of a Knoop durometer, the color change using a portable spectrophotometer, mass variation by means of an analytical balance, and flexural strength by means of an universal testing machine. Normality of data was tested by the Kolmogorov-Smirnov test and groups were compared by means of 2-way-ANOVA/Bonferroni (α = 0.05) using the software GraphPad Prism 5.0. RESULTS: At the end of the study, the variations in surface roughness, microhardness and mass caused by the immersions in OELS solutions, for both tested concentrations, were similar to distilled water. When in higher concentration, the experimental solution led to changes comparable to 1% sodium hypochlorite and 0.2% chlorhexidine on color 10 stainability and flexural strength, however within acceptable thresholds for clinical maintenance of the tested material. CONCLUSIONS: According to the overall results, controlled changes in the tested properties were observed for the groups immersed in the 0.02% OELS solution, similar to distilled water. For the higher concentration (0.2%), changes in color stainability and flexural strength were similar to immersion in 1% sodium hypochlorite.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38698
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - Monografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_pmmmmoura.pdf623,31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.