Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38928
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorDias, Hallyson Pontes Liberato-
dc.contributor.authorFaçanha, Adrielle Fernandes-
dc.contributor.authorAlmeida, Emanoel Rodrigues-
dc.date.accessioned2019-01-18T21:55:26Z-
dc.date.available2019-01-18T21:55:26Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationDIAS, Hallyson Pontes Liberato; FAÇANHA, Adrielle Fernandes; ALMEIDA, Emanoel Rodrigues. O Toyotismo nas escolas: o professor multifuncional. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA, 7., 11 a 13 nov. 2015, Parintins (AM). Anais... Parintins (AM), 2015.pt_BR
dc.identifier.issn2316-1086-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/38928-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectToyotismopt_BR
dc.subjectEscolapt_BR
dc.subjectPolivalênciapt_BR
dc.titleO Toyotismo nas escolas: o professor multifuncionalpt_BR
dc.typeArtigo de Eventopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO toyotismo tem uma relação direta com a formação do profissional da educação. Este estudo tem como proposta analisar a relação do toyotismo com o profissional da educação na perspectiva marxista, cujo papel dessa pesquisa é descobrir a essência por trás da aparência. Este trabalho tem caráter qualitativo e possui como metodologia o estudo de caso e utilizou para coleta de dados à entrevista, na qual trouxe à crítica do professor a corrente abordada a princípio foi esclarecido suas percepções em relação ao toyotismo e sua relação com o profissional da educação, seguido pela posição da terceirização do trabalho e suas vantagens e desvantagens para a educação. Partindo desse pressuposto foi entrevistado um professor de sociologia de uma escola privada de Fortaleza-Ce. Dessa maneira, ocorreu um percurso histórico desde a origem do taylorismo, fordismo até o surgimento do toyotismo. Nesse ínterim a análise crítica se deu fundamentada principalmente em Karl Marx, Braverman, Saviani e Zarifian na qual se chegou à conclusão que na formação de professores observa‐se certo silêncio por parte da legislação sobre a temática da polivalência, entretanto apareceram discussões sobre esse conceito atrelado à noção de politecnia, portanto de acordo com a organização do trabalho taylorista-fordista, o toyotismo pode parecer um modelo de produção e gerenciamento da força de trabalho melhor, e de fato é, para o capital. Contudo o sistema Toyota aprimorou e ampliou a exploração da força de trabalho, sofisticando para a multifuncionalidade.pt_BR
Appears in Collections:DTPE - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_eve_eralmeida.pdf588,57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.