Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40392
Title in Portuguese: Efeito nefroprotetor do extrato alcoólico de Lippia sidoides em modelos de lesão renal aguda por isquemia/reperfusão
Title: Nephroprotetic effect of alcoholic extract of Lippia sidoides on acute renal injury models by Ischemia/Reperfusion
Author: Costa, Marcus Felipe Bezerra da
Advisor(s): Martins, Alice Maria Costa
Keywords: Lesão Renal Aguda
Isquemia
Reperfusão
Biomarcadores
Estresse Oxidativo
Issue Date: 28-Jan-2019
Citation: COSTA, M. F. B. Efeito nefroprotetor do extrato alcoólico de Lippia sidoides em modelos de lesão renal aguda por isquemia/reperfusão. 2019. 95 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2019.
Abstract in Portuguese: O processo de isquemia/reperfusão (I/R) é comumente relacionado com a lesão renal aguda (LRA) no qual a hipóxia cria condições ideais para a produção de radicais livres após a reoxigenação. A família Verbenaceae tem sido amplamente estudada pela presença de princípios aromáticos encontrados em muitas espécies utilizadas na medicina popular. Lippia sidoides pertence à família Verbenaceae, conhecida popularmente como alecrim-pimenta, e tem sido amplamente investigada, especialmente pela presença de princípios voláteis que podem apresentar atividades biológicas, dentre elas a atividade antioxidante. O presente estudo pretende avaliar a atividade nefroprotetora da Lippia sidoides contra a injúria causada pelo processo de I/R. Será estudado o extrato alcoólico desta substância. Dessa forma, objetiva-se estudar os possíveis efeitos nefroprotetores da administração oral de extrato alcoólico de Lippia sidoides na LRA em modelos de I/R in vivo e in vitro, estudando biomarcadores inovadores como KIM-1, NGAL e Nefrina. Para tanto, ratos Wistar machos foram submetidos ao procedimento cirúrgico de nefrectomia direita e clampeamento da artéria renal esquerda por 60 min. Os animais foram divididos em 4 grupos (n = 6), tratados por gavagem com veículo e extrato alcoólico de Lippia sidoides (150mg/kg). Amostras de urina foram obtidas por meio de uma gaiola metabólica para avaliação bioquímica e análise de biomarcadores inovadores. Amostras de sangue foram colhidas para realização dos testes bioquímicos tradicionais (creatinina, ureia, albuminúria). O rim esquerdo foi recolhido para avaliação histológica e determinação dos níveis de Malondialdeído (MDA) e de Glutationa Reduzida (GSH) e para avaliação histológica. Um modelo in vitro de I/R foi realizado em cultura de linhagens de células tubulares renais humanas HK-2 para avaliar a viabilidade celular pelo ensaio de redução do MTT. Além disso, foram realizados os ensaios de respiração celular por citometria de fluxo para avaliação da produção de espécies reativas de oxigênio citoplasmáticas pelo ensaio do DCFH-DA e a análise do potencial transmembrânico mitocondrial com o corante Rodamina 123.
Abstract: Ischemia/reperfusion (I/R) in kidney is commonly related to acute kidney injury (AKI), essentially through oxidative stress. Lippia sinoides is an aromatic shrub that grows wild in the northeastern region of Brazil that has anti-inflammatory and anti-oxidative properties. Lippia sinoides (LS) protection in renal I/R injury was investigated. Male Wistar rats underwent unilateral nephrectomy and contralateral renal I/R (60min). Rats were divided into four groups: (1) Sham group, (2) LS group (sham-operated rats treated with LS), (3) IR group (rats submitted to ischemia), (4) IR-LS (rats treated with Lippia sinoides before ischemia). At 48h after reperfusion, renal function and oxidative stress were assessed and kidneys were removed for analysis to evaluate the protective effect of LS on renal damage induced by I/R. It was also evaluated the protective effect of LS on the renal cell lineage against I/R damage. I/R caused alterations in plasmatic creatinine, urea, creatinine clearance and microalbuminuria. Treatment with Lippia sinoides ameliorated all of these parameters. In addition, KIM-1, N-GAL and Nephrin levels enhanced by I/R was also diminished in groups treated with LS. The histological examination showed that LS attenuated the morphological changes caused by I/R, markedly vascular congestion and intratubular deposits of proteinaceous material. Additionally, LS was able to reduce the changes observed in TBARS and GSH levels in kidney tissue. In in vitro assay, LS was capable to partially protect the cell lineage against cell damage induced by I/R. Lippia sinoides has a nephroprotective effect in kidney against AKI induced by I/R, with antioxidant effect. Moreover, this result seems to be associated to a direct protective effect on tubular epithelia.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40392
Appears in Collections:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_tese_mfbcosta.pdf1,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.