Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40861
Título em portugués: Aspectos geológicos e petrográficos de ocorrências de ferro magmático/hidrotermal na porção nordeste da Bacia do Parnaíba
Autor: Lucena, Bruno Brandão de
Freire, Jamille Victoria Lauriano
Tutor(es): Parente, Clovis Vaz
Cotutor(es): Veríssimo, Cesar Ulisses Vieira
Palabras clave : Bacia do Parnaíba
Magmatismo básico
Ferro hidrotermal
Arenito Vulcanoclástico
Arenito Colunar
Fecha de publicación : 2018
Citación : LUCENA, Bruno Brandão de; FREIRE, Jamille Victoria Lauriano. Aspectos geológicos e petrográficos de ocorrências de ferro magmático/hidrotermal na porção nordeste da Bacia do Parnaíba. 2018. TCC (Graduação em Geologia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2018.
Resumen en portugués: O conhecimento sobre depósitos de ferro em bacias sedimentares do Fanerozoico, como a Bacia do Parnaíba e similares, bacias do Amazonas e Paraná, era restrito aos depósitos sedimentares do tipo Ironstone que exibem em geral uma mineralogia dominada por hematita em texturas oolíticas e pisolíticas e de baixo teor. Todavia, o presente trabalho, envolvendo cartografia geológica, com suporte de dados aerogeofísicos, em escala de semi-detalhe, identificou importantes ocorrências de ferro de origem magmática/hidrotermal, associadas ao magmatismo básico conhecido na literatura como Formação Sardinha de idade cretácea. Este magmatismo recorta arenitos da Formação Cabeças de idade devoniana, na borda nordeste da Bacia do Parnaíba, no município de Piripiri e adjacências. As ocorrências apresentam-se sob duas formas: um platô magnetítico, de aspecto fragmentário ou brecha autoclástica, composto por fragmentos centimétricos de magnetita maciça, granulação fina, homogênea, em meio a uma matriz limonítica, com estruturas de fluxo, sobrepostos a arenitos da Formação Cabeças; e a outra, disseminada, em porções apicais alteradas das rochas básicas, que se encontram sob forma de blocos rolados, centimétrico/decimétricos, mas com forte magnetismo, sustentando pequenas morrarias. O conjunto de dados petrográficos juntamente com informações de campo e análises MEV permitiram relacionar essas mineralizações ao magmatismo básico Sardinha, sugerindo processos de imscibilidade e diferenciação magmática na sua formação. Adicionalmente, foi identificado arenitos vulcanoclásticos intercalados aos arenitos ordinários da Formação Cabeças, cuja maioria dos clastos é composto por quartzo vulcânico. Isso representa uma importante descoberta já que não se tem registro de vulcanismo ácido na Bacia do Parnaíba. A petrografia deste tipo litológico juntamente com dados de campo sugerem que o vulcanismo ácido precursor desenvolveu-se em ambiente subaquoso concomitante à deposição da Formação Cabeças. Foram identificados também disjunções colunares nos diabásios da Fm. Sardinha e nos arenitos da Fm. Cabeças. A presença de tais estruturas em rochas sedimentares representam feições incomuns uma vez que são mais comum em rochas ígneas. A formação dessas estruturas nos arenitos está associado ao efeito térmico provocado pelos sills de diabásio.
Resumen en inglés: The knowledge about iron deposits in sedimentary basins of the Fanerozoic, such as the Parnaíba Basin and similar ones, for example Amazonas and Paraná basins, was restricted to Ironstone sedimentary deposits that generally exhibit a mineralogy dominated by hematite in oolitic and pisolithic textures and low iron content. However, the present research, involving geological mapping, with aerogeophysical data support, on a semi-detail scale, identified important iron occurrences with magmatic / hydrothermal origin, associated to the basic magmatism known in the literature as Sardinha Formation (cretaceous). This magmatism cuts off sandstones from the Devonian age, on the northeastern edge of the Parnaíba Basin, in the municipality of Piripiri and adjacent areas. The occurrences takes place in two forms: a magnetitic plateau exhibiting fragmentary aspect or autoclastic breccia, composed of centimetric fragments of massive magnetite, fine granulation, homogeneous, involved by a limonite matrix, with flow structures, sustained by Cabeças Formation; and the other, disseminated, in altered apical portions of the basic rocks, which are in the form of rolled blocks, centimetric/ decimetric, but with strong magnetism, supporting small hills. The set of petrographic data combined with field information and MEV analysis allowed to relate these mineralizations to the basic Sardinha magmatism, suggesting processes of imscibility and magmatic differentiation. Additionally, vulcanoclastic sandstones intercalated to the common sandstones of the Cabeças Formation were identified, most of which are composed of volcanic quartz. This represents an important finding since there is no record of acid volcanism in the Parnaíba Basin. Petrography of this lithological type together with field data suggest that precursor acid volcanism developed in a subaquatic environment concomitant with the deposition of the Cabeças Formation. Columnar disjunctions were also identified in the diabase of Sardinha Formation and the sandstones of Cabeças Formation. The presence of such structures in sedimentary rocks represent unusual features since they are more common in igneous rocks. The formation of these structures in the sandstones is associated with the thermal effect caused by the diabase sills.
URI : http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/40861
Aparece en las colecciones: GEOLOGIA - Monografias

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
2018_tcc_bblucena.pdf13,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.