Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41318
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarros, Conceição de Maria Pinheiro-
dc.contributor.authorSilva, Antonia Cleidiane Lopes da-
dc.date.accessioned2019-05-02T22:36:15Z-
dc.date.available2019-05-02T22:36:15Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationSILVA, Antonia Cleidiane Lopes da. Reforma trabalhista: a percepção dos profissionais de Secretariado Executivo. 2018. 72 f. Monografia (graduação) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade,Curso de Secretariado Executivo, Fortaleza, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41318-
dc.description.abstractIn 2017, a labor reform occurred, with the approval of laws 13,427 / 2017 and 13,467 / 2017. This paper aims to analyze the perception of the Executive Secretariat professionals about the 2017 labor reform and its specific objectives: to identify changes in the post-retirement labor legislation of 2017; to verify the knowledge of executive secretaries regarding the legislative changes in question and to analyze the perception of executive secretaries about the labor modifications and the impact on the professional performance. The present study has as main question: what is the perception of the Executive Secretariat professionals about changes in labor legislation. In this research, we used documentary research and a field survey, using as a data collection technique a mixed questionnaire applied to 36 professionals who graduated from the Bachelor's degree in Executive Secretariat of the Federal University of Ceará. The main results are the lack of knowledge of professionals related to the public sector on various aspects of labor changes, such as the changes concerning maternity protection considered irrelevant. Another highlighted aspect refers to the changes in telework considered negative, evidencing the unilateral character in the elaboration of the reforms, the suppression of rights and the employer's stamp. On the impact on the professional performance, besides the declarations of ignorance and the need to deepen the subject, positive placements were revealed, highlighting the flexibility and adaptability in the employee-employer relationship achieved with the changes, mediating positioning, reporting that there are as much damages as benefits and the most quoted aspect in relation to the negative connotation for the profession, referred to Decree 9.262, of January 9, 2018.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectReforma Trabalhistapt_BR
dc.subjectImpactos na Profissãopt_BR
dc.subjectSecretariado Executivopt_BR
dc.titleReforma trabalhista: a percepção dos profissionais de Secretariado Executivopt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.description.abstract-ptbrEm 2017, ocorreu uma reforma trabalhista, com a aprovação das leis 13.427/2017 e 13.467/2017. Este trabalho objetiva geral analisar a percepção dos profissionais de Secretariado Executivo sobre a reforma trabalhista de 2017 e como objetivos específicos: identificar as mudanças na legislação trabalhista pós-reforma de 2017; averiguar o conhecimento de secretários executivos a respeito das alterações legislativas em questão e analisar a percepção de secretários executivos acerca das modificações trabalhistas e o impacto na atuação profissional. O presente estudo traz como principal questionamento: qual a percepção dos profissionais de Secretariado Executivo acerca das mudanças na legislação trabalhista. Nesta pesquisa, utilizou-se como metodologia, pesquisa documental, levantamento de campo, referendada na técnica de coleta dos dados. Foi elaborado um questionário misto, aplicado a 36 profissionais egressos do curso de Bacharelado em Secretariado Executivo da Universidade Federal do Ceará. Como principais resultados salienta-se o desconhecimento de profissionais ligados ao setor público acerca de diversos aspectos das mudanças trabalhistas, à exemplo das alterações concernentes à proteção a maternidade, considerada como irrelevante. Outro aspecto ressaltado refere-se às mudanças no teletrabalho consideradas negativas, evidenciando o caráter unilateral na elaboração das reformas, a supressão de direitos e o cunho patronal. Sobre o impacto na atuação profissional, além das declarações de desconhecimento e necessidade de aprofundamento no tema, revelaram-se posicionamentos positivos, destacando-se a flexibilidade e adaptabilidade na relação empregado-empregador alcançada com as mudanças, posicionamento mediador elencando que há tanto prejuízos como benefícios e o aspecto mais citado em relação a conotação negativa para a profissão, referiu-se ao Decreto nº 9.262, de 9 de janeiro de 2018.pt_BR
Appears in Collections:SECRETARIADO EXECUTIVO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_aclsilva.pdf754,89 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.