Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41696
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantana, Maiara Damasceno da Silva-
dc.contributor.authorMarques, Alexsandro da Silva-
dc.date.accessioned2019-05-15T18:40:41Z-
dc.date.available2019-05-15T18:40:41Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationSANTANA, Maiara Damasceno da Silva; MARQUES, Alexsandro da Silva. O papel da educação na produção estética de mulheres negras. In: ENCONTRO CEARENSE DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 13.; ENCONTRO NACIONAL DO NÚCLEO DE HISTÓRIA E MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO, 3.; SIMPÓSIO NACIONAL DE ESTUDOS CULTURAIS E GEOEDUCACIONAIS – SINECGEO, 3., 25 a 27 set. 2014, Fortaleza (CE). Anais... Fortaleza (CE), 2014. p. 1305-1316.pt_BR
dc.identifier.isbn978-85-8126-065-5-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/41696-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherIMPRECEpt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.subjectEstéticapt_BR
dc.subjectMulheres negraspt_BR
dc.subjectDemocracia racialpt_BR
dc.titleO papel da educação na produção estética de mulheres negraspt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.abstract-ptbrNão é nenhuma novidade a afirmação de que a escola, mesmo sendo vista como “instituição e espaço por excelência da democracia racial” (ARROYO, 2007, p.116), tem se colocado a parte nas discussões étnicas ou então se comportado de maneira apática no tratamento dessas questões. O fato é que diante do cenário político/ social atual, de uma crescente mobilização e (re)ação dos movimentos negros e indígenas, da inserção dessa temática étnica nos Parâmetros Curriculares Nacionais, através de temas transversais e da regulamentação de algumas leis, a escola viu-se obrigada a incluir essas questões nos currículos e projetos pedagógicos. A partir dessa conjuntura, a escola começa a trabalhar em seu currículo, propostas pedagógicas e projetos de intervenção que contemplam as temáticas negra e indígena, porém, quase sempre de maneira falseada, acrítica e estereotipada, negando o continuum civilizatório da dinâmica existencial desses povos. Essa característica é assumida através de práticas pedagógicas ideologicamente eurocêntricas, através da utilização de materiais didáticos (todos aqueles que subsidiam os professores no processo de ensino – aprendizagem, não apenas o livro didático) que retratam as populações negras e indígenas de forma preconceituosa e racista. [...]pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_eve_mdssantanaasmarques.pdf4,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.