Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42751
Title in Portuguese: A utilização de enxertos para o tratamento de recessões gengivais: relato de dois casos clínicos.
Author: Melo, Antonio Igor Alcantara
Sousa, Francisca Janaína Nascimento de
Advisor(s): Melo, Iracema Matos de
Keywords: Periodontia
Retração gengival
Tecido conjuntivo
Transplante de tecidos.
Issue Date: 2018
Citation: MELO, A.I.A. (2018)
Abstract in Portuguese: As recessões gengivais, além do comprometimento estético, podem estar associadas à hipersensibilidade dentinária e à dificuldade no controle mecânico do biofilme. Dentre as possibilidades de tratamento, têm-se o recobrimento radicular com a utilização de enxertos. Objetivou-se relatar dois casos clínicos de recessões gengivais classe II de Miller tratados com a utilização de enxertos. Paciente A.A.J, sexo masculino, 23 anos, apresentava recessão gengival na região do dente 31. Foi confeccionado um retalho do tipo envelope na referida região, onde foi acomodado um enxerto de tecido conjuntivo subepitelial proveniente do palato do paciente. Paciente, P.A.G, sexo feminino, 23 anos, apresentava recessão gengival, também no dente 31, com biotipo periodontal fino. Foi realizado um retalho de espessura parcial na região dos dentes 41 ao 32 e a área foi coberta com um enxerto gengival livre. O caso 1 foi acompanhado 7 e 30 dias pós-operatórios, sendo observado recobrimento parcial da recessão gengival, com ganho de 2 mm de tecido. No caso 2, no sétimo dia, foi observada extensa necrose do enxerto. A área necrosada foi removida por curetagem, e nas avaliações posteriores, no 15º e 30º dias, foi observada cicatrização da área sem necrose adicional, e aumento da faixa de gengiva queratinizada, com ganho de 1 mm de tecido. Ambos os pacientes relataram estar satisfeitos com os resultados obtidos. Conclui-se que, embora o enxerto de tecido conjuntivo subepitelial seja mais estético, ambos os tratamentos promovem ganho da faixa de gengiva queratinizada em altura e espessura.
Abstract: Gingival recessions, in addition to aesthetic impairment, may be associated with dentin hypersensitivity and the difficulty in mechanical biofilm control. Among the possibilities of treatment, there is the root coverage with the use of grafts. The objective of this study was to report two clinical cases of Miller class II gingival recessions treated with the use of grafts. Patient A.A.J, male, 23 years old, had a gingival recession in the region of the tooth 31. An envelope flap was made in said region, where a subepithelial connective tissue graft from the patient's palate was accommodated. Patient, P.A.G, female, 23 years old, had gingival recession, also on tooth 31, with fine periodontal biotype. A partial thickness flap was made in the region of teeth 41 to 32 and the area was covered with a free gingival graft. Case 1 was followed 7 and 30 postoperative days, with partial recoating of the gingival recession, with a gain of 2 mm of tissue. In case 2, on the seventh day, extensive necrosis of the graft was observed. The necrosed area was removed by curettage, and in the subsequent evaluations, on the 15th and 30th days, area healing was observed without additional necrosis, and an increase of the keratinized gingiva band, with a gain of 1 mm of tissue. Both patients reported being satisfied with the results obtained. It is concluded that, although the subepithelial connective tissue graft is more esthetic, both treatments promote a gain of the keratinized gingival band in height and thickness.
Description: MELO, A.I.A; SOUSA, F.J.N. A utilização de enxertos para o tratamento de recessões gengivais: relato de dois casos clínicos. 2018. 34f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará - campus Sobral, Sobral, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42751
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - SOBRAL - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_aiamelo.pdf950,3 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.