Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42758
Title in Portuguese: Avaliação da fratura por fadiga de rotação de instrumentos de níquel titânio tratados termicamente.
Author: Araújo, Lana Alice Carvalho
Advisor(s): Sousa, Bruno Carvalho de
Keywords: Endodontia
Instrumentos odontológicos
Fratura
Issue Date: 2018
Citation: ARAÚJO, L.A.C. (2018)
Abstract in Portuguese: Introdução: as limas endodônticas sofrem dois tipos de fratura. A fratura por torção ocorre quando a extremidade permanece imóvel e o restante rotaciona em seu longo eixo. A fratura por fadiga de rotação é devido ao desgaste com a utilização do instrumento, onde sofre tensão e compressão em sua superfície repetidas vezes. Objetivo: o presente estudo avaliou a resistência à fratura por fadiga de rotação de limas endodônticas Reciproc Blue® (VDW, Munique) utilizadas em movimento reciprocante. Métodos: foram selecionadas 12 limas #.25/06 de 21 mm, divididas em 2 grupos (n=6) com angulações de 45º e de 60º e com cinemáticas reciprocante do Sistema Reciproc® (VDW, Munique, Alemanha). Os grupos foram submetidos ao teste com dispositivos que simulam o canal radicular, com raio de 6 mm e ângulos de curvatura de 45° e 60º. O tempo para a fratura foi medido, em segundos. O número de ciclos até a fratura foi calculado e os dados tabulados. Resultados: os resultados foram analisados estatisticamente por meio do teste de Tukey HSD, com intervalo de confiança de 95%. Quando se comparou as angulações 45º e 60º na cinemática reciprocante Reciproc® observou-se que não houve diferença estatisticamente significante entre os resultados (p>0,05). Conclusão: pode-se concluir que, no que se refere à resistência a fratura por fadiga de rotação, as limas Reciproc Blue®, nas angulações de 45° e 60°, apresentaram desempenho semelhante.
Abstract: Introduction: Endodontic files suffer from two types of fractures. The torsion fracture occurs when the extremity remains immobile and the remainder rotates along its long axis. The fatigue fracture of rotation is due to wear and tear with the use of the instrument, where it undergoes tension and compression on its surface over and over again. Aim: the present study evaluated the fatigue fracture strength of reciproc Blue® (VDW, Munich) endodontic files used in reciprocating motion. Methods: Twelve # 25/06 21 mm files were selected, divided into 2 groups (n = 6) with angles of 45º and 60º and with reciprocating kinematics of the Reciproc® System (VDW, Munich, Germany). The groups were submitted to the test with devices that simulate the root canal, with a radius of 6 mm and angles of curvature of 45 ° and 60 °. The time to fracture was measured, in seconds. The number of cycles until the fracture was calculated and the data tabulated. Results: the results were statistically analyzed using the Tukey HSD test, with a 95% confidence interval. When comparing the 45º and 60º angulations in reciproc reciprocal kinematics, it was observed that there was no statistically significant difference between the results (p> 0.05). Conclusion: It can be concluded that, with respect to the rotation fatigue fracture resistance, the Reciproc Blue® files at 45 ° and 60 ° angles presented similar performance.
Description: ARAÚJO, L.A.C. Avaliação da fratura por fadiga de rotação de instrumentos de níquel titânio tratados termicamente. 2018. 29f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará - campus Sobral, Sobral, 2018.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/42758
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ODONTOLOGIA - SOBRAL - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tcc_lacaraújo.pdf703,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.