Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43493
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAquino, Cássio Adriano Braz de-
dc.contributor.authorPereira Filho, Francisco de Assis Alencar-
dc.date.accessioned2019-07-11T16:00:54Z-
dc.date.available2019-07-11T16:00:54Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationPEREIRA FILHO, Francisco de Assis Alencar. "Toda vereda de roça vai descambar na cidade": o trabalho dos galegos/crediaristas. 121f.- Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43493-
dc.description.abstractThe work psychology has traditionally given emphasis to studies and interventions concerning legally and institutionally recognized crafts and organizations. However, in Brazil, there is a variety of workers operating in dissident activities, pursuing their own economic insertions. In most cases, situated in the informal spectrum, these insertions are unassisted and made invisible and precarious. The Work Social Psychology has committed to take a discerning look at these activities, placing them on a wider discussion in the world of work, and along with these workers, has sought to reflect on contributory strategies to improve and transform these people work and life conditions. The current research, based on this, had as an interest to study about the work practices of a category of informal laborers, popularly known as galegos or crediaristas, emphasizing their systematic processes that are created from the labor actions and experiences from these workers. The population group of this research is composed of galegos from the town of Pio IX, located in Piauí’s countryside, who migrate to various Brazilian cities to work and guarantee means of survival to themselves and their families. Our investigative proposal is set on a theoretical-methodological basis which is supported on the intersection of knowledge from the fields of Work Social Psychology and ethnographic research. In the light of the current debates in the field of the Work Social Psychology, we emphasize as discussion subjects in this research, the ruralities, the laboral migration processes and the insertion and permanence in the informality scope, as they fundamentally permeate this practice and the involved people’s lives. And by the thought of deepening the comprehension of the activity practiced by this group of workers – and how it refracts in their way of living – we chose to conduct a study with ethnographic inspiration, using the participant observation as a favored research strategy. Subsidized by the interface between Work Social Psychology and ethnographic research, this research resulted in an effort to systematize the everyday laboral life of these workers and the identification of their main strategies used by them to “create” work, set on a discussion concerning the Brazilian working scenario and movements in the working world.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectPsicologia Social do Trabalhopt_BR
dc.subjectInformalidade laboralpt_BR
dc.subjectEtnografiapt_BR
dc.titleToda vereda de roça vai descambar na cidade": o trabalho dos galegos/crediaristaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrTradicionalmente, a psicologia do trabalho manteve como foco de estudos e intervenções os ofícios e organizações institucional e legalmente reconhecidas. No entanto, há, no Brasil, uma miscelânea de trabalhadores atuando em atividades dissidentes, buscando viabilizar suas próprias inserções econômicas. Em grande parte dos casos, essas inserções estão situadas no espectro da informalidade e são invisibilizadas, precarizadas e desassistidas. A Psicologia Social do Trabalho tem assumido o compromisso de lançar um olhar sensível sobre essas atividades, localizando-as em uma discussão mais ampla no mundo laboral, e, junto a esses trabalhadores, têm buscado refletir sobre estratégias contributivas ao aperfeiçoamento e transformação das condições de trabalho e da vida desses sujeitos. Tendo em vista essa problemática, propusemo-nos a realizar um estudo sobre a prática laboral de uma categoria de trabalhadores informais popularmente denominados de galegos/crediaristas, destacando os processos organizativos que são engendrados a partir da ação e da experiência de trabalho no cotidiano desses trabalhadores. O recorte populacional desse estudo se atém aos galegos/crediaristas oriundos do município de Pio IX, no interior do Piauí, que se deslocam para diversas cidades do país a fim de trabalhar e garantir meios de sobrevivência para si e para sua família. Nossa proposta investigativa está ancorada em uma base teóricometodológica que se fundamenta na intersecção de conhecimentos produzidos entre os campos da Psicologia Social do Trabalho e da pesquisa de inspiração etnográfica. À luz dos debates que têm sido empreendidos atualmente no campo da Psicologia Social do Trabalho, destacamos as ruralidades, os processos de migração laboral e a inserção e permanência no âmbito da informalidade como temas privilegiados de discussão, por serem aspectos fundamentalmente atravessadores dessa prática e da vida dos sujeitos implicados nela. Pensando no aprofundamento de uma compreensão da atividade exercida por esse agrupamento de trabalhadores - e de como ela refrata nos seus modos de vida -, optamos por realizar um estudo de inspiração etnográfica, utilizando a observação participante como estratégia de pesquisa. A presente investigação resultou em um esforço de sistematização da vida laboral cotidiana desses trabalhadores e identificação das principais estratégias utilizadas por eles para “criar” trabalho, amparadas em uma discussão sobre movimentos no mundo do trabalho e cenário laboral brasileiro.pt_BR
dc.title.enEvery village road will descend in the city": the work of the galegos/crediaristaspt_BR
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_dis_faapereirafilho.pdf4,19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.