Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43845
Title in Portuguese: Neoliberalismo, desdemocratização, subjetividade
Title: Neoliberalism, de-democratization, subjectivity
Author: Rosa, Rafael Rocha da
Keywords: Foucault, Michel, 1926-1984
Subjetividade
Neoliberalismo
Democracia
Wendy Brown
Issue Date: 2019
Publisher: Argumentos Revista de Filosofia
Citation: ROSA, Rafael Rocha da. Neoliberalismo, desdemocratização, subjetividade. Argumentos Revista de Filosofia, Fortaleza, ano 11, n. 21, p. 154-165, jan./jul. 2019.
Abstract in Portuguese: Considerando a expansão da lógica de mercado e da economia, tanto para a política quanto para a vida social, nosso objetivo é compreender o modo como o neoliberalismo produz sujeitos governáveis em conformidade com seus interesses. Nosso esforço é justificado pela urgência de novas formas de vida, de relações pessoais, de trabalho, de outras subjetividades, sobretudo de uma nova política. Ao analisamos a contemporaneidade, a aliança entre governos e grandes corporações garantiu às empresas o domínio do mercado, da política e seus efeitos nocivos evidenciam seu projeto: precarização, fim de conquistas trabalhistas, revogação de direitos sociais, terceirização, privatização, generalização da concorrência, redução dos serviços públicos, desemprego, contração salarial. Em relação à política, o neoliberalismo seria um tipo específico de razão com uma pretensão totalizante, a de enformar os aspectos existenciais nos moldes econômicos, que, por sua vez, fragmentaria princípios basilares da democracia. A forma de governo neoliberal conecta produção e direção das condutas e classifica modos de existência de acordo com a renda, a herança, o mérito, o trabalho: cada um desses itens prescreve certo modo de ser. Nesse propósito, uma de suas principais estratégias seria sua forma de subjetivação, fabricando sujeitos cujos valores obedeceriam a lógica de mercado, para então conduzir suas condutas.
Abstract: Considering the expansion of market logic and economics, both for politics and for social life, our goal is to understand how neoliberalism produces governable subjects in accordance with their interests. Our effort is justified by the urgency of new forms of life, of personal relations, of work, of other subjectivities, especially of a new policy. In analyzing the contemporaneity the alliance between governments and large corporations guaranteed the market domination, politics and its harmful effects, highlighting its project: precariousness, termination of labor conquests, revocation of social rights, outsourcing, privatization, generalization of competition, reduction of public services, unemployment, wage contraction. In relation to politics, neoliberalism would be a specific type of reason with a totalizing pretension, that of forming the existential aspects in the economic molds, which, in turn, would fragment the basic principles of democracy. The neoliberal form of government connects production and directing the conduits and classifies modes of existence according to income, inheritance, merit, work: each of these items prescribes a certain way of being. In this purpose, one of its main strategies would be its subjectivation form, manufacturing subjects whose values would obey the market logic, and then conduct their behaviors.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/43845
metadata.dc.type: Artigo
ISSN: 1984-4255 (online)
1984-4247 (impresso)
Appears in Collections:PPGFILO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_rrrosa.pdf148,57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.