Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46250
Title in Portuguese: Evolução histórica da configuração da equipe de enfermagem em um hospital militar
Title: Historical evolution of configuration of the nursing team in a military hospital
Author: Bittencourt, Raquel Castanheira
Santos, Tânia Cristina Franco
Abreu, Marcleyde Silva de Azevedo
Almeida Filho, Antonio José de
Peres, Maria Angélica de Almeida
Aperibense, Pacita Geovana Gama de Sousa
Keywords: Enfermagem
História da Enfermagem
Enfermagem Militar
Issue Date: 2019
Publisher: Rev Rene
Citation: BITTENCOURT, Raquel Castanheira et al. Evolução histórica da configuração da equipe de enfermagem em um hospital militar. Rev Rene, Fortaleza, v. 20, e41557, 2019.
Abstract in Portuguese: Objetivo: analisar a evolução histórica da configuração da equipe de enfermagem em um hospital militar. Métodos: estudo histórico-social. Fontes históricas: documentos escritos e depoimentos orais cedidos por cinco enfermeiras militares. Os dados coletados foram analisados em conformidade com o método histórico, após organização e classificação. Resultados: na chegada dos oficiais enfermeiros ao Hospital Central da Polícia Militar, a equipe de enfermeiros estava reduzida a quatro enfermeiros civis e à enfermeira-chefe. Contava também com cento e setenta sargentos e cabos de saúde e trezentos e quatro funcionários civis (técnicos e auxiliares de enfermagem). O cuidado de enfermagem era majoritariamente realizado por profissionais de nível médio que já pertenciam à corporação. Conclusão: os oficiais enfermeiros enfrentaram sobrecarga de trabalho, além das dificuldades com “os praças” (militares das categorias inferiores), no tocante ao acatamento da hierarquia, ocorrendo alguns embates, ensejados por disputas de poder, em um espaço misógino.
Abstract: Objective: to analyze the historical evolution of configuration of the nursing team in a military hospital. Methods: a social-historical study. Historical sources: Written documents and oral statements given by five military nurses. The collected data were analyzed according to the historical method, after organization and classification. Results: when nurse officers arrive to the Military Police Central Hospital, the team of nurses counted with four civilian nurses and the chief nurse. It had 170 health sergeants and soldiers and 304 civil servants (nursing technicians and auxiliaries). Medium-level professionals who already belonged to the corporation mostly performed nursing care. Conclusion: the nurse officers faced work overload, in addition to the difficulties with the military staff of lower categories, regarding the compliance of the hierarchy that caused some conflicts, because of power disputes, in a misogynist environment.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46250
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2175-6783 (On line)
Appears in Collections:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_rcbittencourt.pdf269,74 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.