Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46278
Title in Portuguese: Co-Integração e causalidade na politica de garantia de preços mínimos e preços agrícolas: o caso do milho no Brasil
Author: Araújo Filho, Otacílio de Alencar
Advisor(s): Lima, Patricia Verônica Sales Lima
Issue Date: 2005
Citation: ARAÚJO FILHO, Otacílio de Alencar. Co-Integração e causalidade na politica de garantia de preços mínimos e preços agrícolas: o caso do milho no Brasil. Fortaleza, CE, 2005. 168 f. Dissertação de Mestrado em Economia Rural da Universidade Federal do Ceará
Abstract in Portuguese: Buscou-se analisar a existência de relação de longo prazo e causalidade entre os preços mínimos e preços agrícolas, variações dos estoques governamentais e variações nos preços agrícolas. Analisou-se também se existe integração dos mercados agrícolas domésticos e sua vinculação com os preços externos. A análise compreendeu o período de janeiro de 1982 até junho de 2003. Os modelos propostos foram implementados utilizando-se os testes de estacionariedade, de Box-Jenkins, e de raiz unitária de Dickey-Fuller (DF) e Dickey-Fuller aumentado (ADF), os testes de cointegração de dois estágios ADF Engle-Granger e de máxima de verossimilhança, de Johansen. Os métodos de causalidades foram obtidos pelos modelos Granger e de auto-regressão vetorial VAR restrito e irrestrito. Alguns destes recaíram sobre o VAR irrestrito, que equivale ao Granger - padrão e outros VAR restrito, incorporando-se o mecanismo de correção de (MCE), que equivale ao VEC. Os resultados apontaram para a existência de causalidade unidirecional, no sentido de que, preços recebidos pelos produtores "causa Granger" preços mínimos, exceto para o Estado do Mato Grosso, que apresentou bicausalidade. As variações dos estoques sobre as variações dos preços recebidos pelos produtores e atacado indicaram existência de causalidade unidirecional no sentido de que os preços recebidos pelos produtores "causa Gringer" estoques governamentais. Apenas os Estados de São Paulo e Mato Grosso, apresentaram bicausalidade. Estes resultados caracterizam os dois principais instrumentos da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) - fixação de preços mínimos e compras e vendas de estoques - como sendo passivas. Com relação a integração dos mercados, o teste de convergência mostrou forte integração dos mercados aos níveis de preços recebidos pelos produtores e atacado. Os mercados de São Paulo, com relação a Goiás, Mato Grosso e Paraná, bem como o mercado do Paraná, com relação a São Paulo e Mato Grosso, indicaram transmissão de preços e principalmente os diferenciais de preços para os mesmos níveis de mercado tendem a desaparecer. Com respeito a vinculação dos preços domésticos aos preços externos, os testes apresentam causalidade unidirecional, no sentido de que os preços internacionais "causam Granger" preços domésticos tanto para os preços atacado São Paulo quanto para atacado Paraná. Na analise impulso-resposta, observa-se que em todos os mercados os efeitos provocados por choques esternos se propagam ao longo dos meses, anulando-se em torno do sétimo mês. Os efeitos dos choques externos dos preços sobre os níveis de estoques, mostram uma relação inversa entre preços e estoques e duram em torno de oito meses, quando é restabelecido o equilíbrio. Adotou-se, a partir do modelo VAR restrito, a análise impulso-resposta para os mesmos níveis de mercado, donde concluiu-se que os preços de São Paulo reagem mais lentamente a choques exógenos transmitidos por outros mercados, mas as variações ocorrem de forma permanente, enquanto que as outras praças (Goiás e Paraná) reagem mais rapidamente, mas de forma transitória, assimilando como definitiva apenas umas pequena parte do aumento dos preços.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46278
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_dis_oaaraujofilho.pdf41,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.