Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46634
Title in Portuguese: Tipificação de comunidades rurais cearenses usuários de águas subterrânea salina
Author: Ribeiro, Maria de Fátima de Souza
Advisor(s): Pinheiro, José César Vieira
Keywords: Políticas públicas
Recursos hídricos
Águas subterrâneas
Issue Date: 2003
Citation: RIBEIRO, Maria de Fátima de Souza. Tipificação de comunidades rurais cearenses usuários de águas subterrânea salina./. Fortaleza, CE, 2003. 66 p. Dissertação de Mestrado em Economia Rural da Universidade Federal do Ceará.
Abstract in Portuguese: Este trabalho teve como principais objetivos tipificar e caracterizar as comunidades rurais cearenses abastecida com água subterrânea cujo teor de sal está acima de 1.000 mg L-1 e que foram contempladas com dessalinizadores instalados pelo Governo do Estado do Ceará. Desta forma, o universo que compõe o estudo está constituído por 95 comunidades pertencentes a 36 municípios. Apesar de haver comunidades inseridas numa mesma área geográfica, estas não podem ser consideradas iguais, visto apresentares características peculiares. Assim, este estudo mostra a importância do papel da tipificação em programas e projetos de desenvolvimento e, até certo ponto, explica os fracassos e erros de muitos projetos que em sua fase de elaboração não levaram em consideração as características, necessidades e problemas das comunidades. Depois de definidas as comunidades, a primeira prioridade foi obter os dados, buscando a informação mais atualizada possível que tivesse relação com os objetivos propostos. Foram coletados dados relativos a variáveis sociais, hídricas, econômicas, agropecuárias e tecnológicas. Em seguida, partiu-se para a aplicação da análise fatorial através da manipulação das vinte e duas variáveis disponíveis, utilizando-se, para isso, o programa SPSS 7.5 for windows, sendo selecionadas treze para o processo de tipificação, identificaram-se três fatores, assim denominados: F1 (Fator Social), F2 (Fator Econômico-Tecnológico) e F3 (Fator Hídrico). Para a obtenção dos grupos homogêneos de comunidade, foi realizada a análise cluster, definindo-se, assim, três grupos de comunidades homogêneas. O Grupo I está representado por um total de 45 comunidades que têm como características principais o baixo número de famílias, baixa renda, alta salinidade, baixa vazão dos poços, alta demanda por carro-pipa, alto número de dessalinização quebrados e menor oferta de água dessalinizada por família; o Grupo II, formado por 37 comunidades, encontra-se numa posição intermediária entre os outros dois; e o Grupo III, com 13 comunidades que apresentam maior população, melhor nível de renda, menor salinidade, maior vazão dos poços, pouca demanda por carro-pipa, menor percentual de dessalinizadores quebrados e maior oferta de água dessalinizada por família.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/46634
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DEA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2003_dis_mfsribeiro.pdf17,7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.