Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4781
Title in Portuguese: Linhas de cristalização e de fuga nas trilhas da estratégia saúde da família : uma cartografia da micropolítica
Title: Lines crystallization and leakage paths in the family health strategy : a cartography of micropolitics
Author: Silva, Maria Rocineide Ferreira da
Advisor(s): Pontes , Ricardo José Soares
Keywords: Saúde da Família
Cartografia
Issue Date: 2012
Citation: SILVA, M. R. F. da. Linhas de cristalização e de fuga nas trilhas da estratégia saúde da família : uma cartografia da micropolítica. 2012. 200 f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
Abstract in Portuguese: Este estudo é fruto de inquietações que emergiram de múltiplas vivências na Estratégia Saúde da Família entre o meio técnico, popular e acadêmico que suscitou como principal inquietação: o que se passa na configuração desses territórios do Saúde da Família onde a produção desejante é potencializada ou levada a se cristalizar numa massa amorfa e sem vida? Daí se originam os objetivos do estudo que foram: realizar uma cartografia da Estratégia de Saúde da Família de Fortaleza, abrangendo seus aspectos micropolíticos; conhecer os afetos e desejos que perpassam as relações entre trabalhadores e usuários no espaço da unidade de saúde; analisar as linhas onde transcorrem a política de organização, a gestão e a participação social na unidade de saúde; identificar os significados e sentidos que perpassam a construção da rede de cuidados no território existencial e geográfico desses sujeitos; compreender nesse rizoma o que potencializa e despotencializa a produção de vida dos sujeitos envolvidos na ESF. Para traçar as linhas e seus vários caminhos, adotou-se a cartografia proposta por Gilles Deleuze e Félix Guattari como referencial teórico, uma pesquisa de natureza qualitativa que considerou em sua produção uma diversidade de linguagens à procura de pistas para compreender a micropolítica estabelecida. A opção por utilizar o método cartográfico decorreu do fato de se lidar com linhas em constante mutação, com um plano de tensões que se movimenta e não é fixo. O campo de estudo foi um Centro de Saúde da Família, que abrange uma população de 30.656 mil habitantes, da região de mais baixo Índice de Desenvolvimento Humano da cidade de Fortaleza. Participaram da pesquisa 14 trabalhadores(as) e 04 usuários(as) do serviço os quais compartilharam das oficinas de produção de dados ocorridas de agosto de 2010 a janeiro de 2011. A produção dos dados aconteceu com a realização de seis oficinas que tiveram como temas: 1. Formação do grupo e negociação dos objetivos da pesquisa; 2.A política de organização do serviço; 3. As relações na unidade de saúde: produção do cuidado; 4. gestão e participação social; 5. A construção da rede de cuidados no território existencial e geográfico; e 6. Círculo de cultura- potencialidades e situações-limites para uma unidade que deseja se transformar. O diário de campo e a observação assistemática também foram instrumentos desse processo. A análise do material produzido caminhou também na perspectiva rizomática, apropriando-se das linguagens utilizadas no desenvolvimento da pesquisa. Este estudo foi submetido à apreciação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará e obteve aprovação sob o protocolo 127/10. Após a etapa de organização da produção dos dados, observou-se que as forças e fluxos presentes transitavam entre dois limites: o primeiro que se revelou como maioria, espaços cristalizados de produção, pouco potentes, mas com possibilidades de ressignificação se trabalhados e postos em análise pelo próprio grupo, o qual se denominou Linhas de Cristalização, onde os discursos caminharam para uma estagnação, revelando a própria forma de pensar e agir dos trabalhadores e usuários; e as Linhas de Fuga, onde a criação pode acontecer a partir de agenciamentos realizados, por agentes externos ou pelos movimentos que o próprio grupo se permitir. Desse processo, foram constituídos três grandes eixos de análise: Produção Política, que trouxe como foco as questões da gestão, atenção e participação, Produção de Afetivação, em que se aproximou dos afetos, e, nas oficinas, revelaram-se as intensidades para afetar-se no e pelo território, e o eixo da Produção do Cuidado, que se relacionou à constituição dos significados e sentidos que perpassam a constituição da rede de cuidados no território desses sujeitos. Neste estudo, a produção desejante entendida como a própria fabricação do social, gerada no cotidiano, que envolve politicidade, afetações, e o ato de cuidar se revelou multifacetadamente com base na polifonia reverberada nos encontros realizados. Algumas temáticas estiveram presentes em todos esses eixos; organização do serviço, território, vínculo, humanização, comunicação, entre outras. São significantes que funcionam como algo que costura esse rizoma, perpassa essas diversas linhas, amarrando-as num ponto em comum. Apreendeu-se que a avaliação que fará sentido para o Saúde da Família na contemporaneidade é aquela que parte do micro ou se ajunta a ele. O contexto local é cada vez mais fundante e gerador de analisadores para uma avaliação real. Avaliação precisa ser singularizada e transitar da micropolítica à macropolítica, por isso a escolha dos analisadores precisa ser assumida com sujeitos implicados. O território necessita ser atualizado no seu cotidiano em atividade. Considera-se fundamental a apropriação dos sujeitos implicados no Saúde da Família do saúdefamiliar, novo conceito formulado nesse processo; um devir a ser incorporado ao cotidiano capaz de ao ser trilhado fabricar a produção desejante.
Abstract: This study is the result of concerns that emerged from multiple experiences in the Family Health Strategy between the technical, popular and academic that raised as the main concern: what is happening in the configuration of the territories of Family Health where the desiring production is potentiated or brought to crystallize an amorphous and lifeless mass? Therefore the study objectives were: carrying out a mapping of the Family Health Strategy in Fortaleza, including its micropolitical aspects; to know the feelings and desires that underlie the relations between workers and users within the healthcare unit; to analyze where policy organization, management and social participation lines goes in a healthcare unit; to identify the significance and meanings that underline the construction of the care network in the existential and geographical territory of these individuals; to understand in that rhizome what potentializes and unpowered the life production of these individuals involved in the ESF. To draw the lines and their various ways, we adopted the maps proposed by Gilles Deleuze and Felix Guattari as a theoretical reference, a qualitative research that considered in its production a variety of languages looking for clues to understand the micropolitics established. The option to use the mapping method due to the fact of dealing with changing lines, with a tension plan that moves and it is not fixed. The field study was a Center of Family Healthcare, that covers a population of 30, 656,000 inhabitants, from the region of the lowest Human Development Index in Fortaleza. Twelve workers participated in the survey(s) and four user(s) of service which shared workshop production data that occurred from August 2010 till January 2011. Data production happened with the realization of six workshops which had as theme: 1. Group formation and negotiation of the research objectives; 2. The policy of the service organization; 3. Relations in the Health Unit: care production; 4. Management and social participation; 5. The construction of the care network within existential and geographical location; and 6. Circle of culturepotential and limit situations for a unit that one wishes to change. The field diary and systematic observation were also instruments of this process. The analysis of the produced material also led to the rhizomatic perspective appropriating the language used in the research. This study was submitted to the Ethics Committee of the Federal University of Ceará and it approved under protocol 127/10. After the stage of production organization of data, it was observed that these forces and flows transited 13 between two limits: The first that revealed itself as majority,crystallized spaces of production,underpowered, but with the possibility of resignification if it worked and put under review by the group itself, which is named Crystallization Lines, where speeches led to a stagnation, revealing the very form of thinking and acting of workers and users, and the Flight Lines, where the creation can happen from assemblages made by external agents or by the movements that the group allow. From this process, three main areas of analysis were established: Policy Production, which has brought focus on the questions of management, attendance and participation, Affectivity Production which approached the affections, and in the workshops proved to affect the intensities in and by territory, and the axis of Care Production, that related to the constitution of meanings and feelings that underlie the formation of care network within these subjects. In this study, desiring production understood as the very social manufacturing, generated in daily life, which involves politicity, affectations, and the caring act is revealed multifaceted based on the polyphony in the meetings. Some themes were present in all these aspects; service organization, territory, bond, humanization, communication, among others. They are signifiers that function as something that sews this rhizome, permeating these various lines, tying them to a common point. We learned that the assessment that makes sense for the Family Healthcare is the one in the contemporary world leaves from micro or it joins to it. The local context is more foundational and analyzer generator for a real evaluation. Evaluation needs to be singularized and transit through micropolitcs to macropolitics, so the choice of the analyzers must be taken with the individuals involved. The territory needs to be updates on their daily activity. It is essential the appropriation of subjects involved in the Family Health Care, of the family-health, new concept formulate in this process, a becoming to be incorporated into daily life that can be followed to make the production of desire.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/4781
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:DSC - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_tese_mrfsilva.pdf25,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.