Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48821
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSilva Júnior, Moacir Jose da-
dc.contributor.authorBarros, Helenilson de Oliveira-
dc.contributor.authorValentini, Antoninho-
dc.date.accessioned2019-12-18T14:43:27Z-
dc.date.available2019-12-18T14:43:27Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationSILVA JÚNIOR, Moacir Jose da; BARROS, Helenilson Oliveira; VALENTINI, Antoninho. Condições reacionais determinam as propriedades do sitio ativo da alumina durante o processo de desidratação do glicerol. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação, 9)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/48821-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Cearápt_BR
dc.subjectAluminapt_BR
dc.subjectGlicerolpt_BR
dc.subjectBronstedpt_BR
dc.titleCondições reacionais determinam as propriedades do sitio ativo da alumina durante o processo de desidratação do glicerolpt_BR
dc.typeResumopt_BR
dc.description.abstract-ptbrHá uma vasta literatura abordando estudos a respeito das propriedades da alumina, todavia, ainda há alguns aspectos que merecem aprofundamento para compreensão do comportamento deste material quando submetido a certas condições. Muito utilizada como suporte catalítico, a alumina é também utilizada como catalisador em reações de desidratação de alcoóis, como por exemplo, a reação de desidratação do glicerol. O entendimento da atuação deste material nesta reação ainda é objeto de estudo, haja visto que vários autores defendem a proposta da participação do par ácido-base conjugado de Lewis como sítio ativo. Porém, as condições reacionais (T e Pvapor-água), sugerem que a alumina se encontra hidratada, sítios ácidos de Bronsted. Deste modo, o objetivo foi obter dados que nos forneçam informações quanto à disponibilidade de sítios ácidos de Lewis ou de Bronsted na superfície da alumina nas condições reacionais. Por meio de termogravimetria (TG), foi possível identificar diferentes eventos relacionados ao processo de dessorção física da água e de desidroxilação. Em seguida, a amostra foi submetida à isoterma de adsorção de piridina em meio líquido, após tratamento térmico em diferentes temperaturas (120, 190, 270 e 340°C). A análise das isotermas sugerem (pelo ajuste da equação segundo Langmuir), a presença de diferentes sítios de adsorção ou de modos de interação. A quantidade total adsorvida para as ativações em 120 e 190°C são similares, porém apresenta um acréscimo significativo após ativação em 270 e 340°C. O acréscimo de temperatura de ativação é acompanhada pelo acréscimo do valor da constante de adsorção, sugerindo aumento da afinidade da piridina, ou seja, a força ácida do material. Considerando as condições reacionais do processo de desidratação do glicerol (250°C e elevado teor de H2O), os dados obtidos apontam para a presença majoritária de grupos hidroxila na superfície da alumina. Portanto, sugerindo que o principal sitio ativo na reação é o de Bronsted.pt_BR
Appears in Collections:EPPG - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_mjsjunior.pdf50,17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.