Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49966
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRomero, Cláudia Buhamra Abreu-
dc.contributor.authorPaiva, Marlon Bruno Matos-
dc.date.accessioned2020-02-11T18:39:41Z-
dc.date.available2020-02-11T18:39:41Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifier.citationPAIVA, M. B. M. Materialismo, simplicidade voluntária e decrescimento: vida de rico ou vida rica?. 2020. 231 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/49966-
dc.description.abstractThis thesis aimed to analyze the relationship between consumer intention and behavior regarding voluntary reduction of consumption (degrowth). The theoretical framework of the research presented concepts about sustainable attitude and behavior, fundamentals of degrowth and issues related to consumption, well-being and lifestyle, focusing on the connection between sustainability, voluntary simplicity and materialism. In order to achieve the research goals, we performed several multivariate analysis: sociodemographic and psychographic analysis on consumers profile; descriptive analysis of the constructs: degrowth, voluntary simplicity and materialism; exploratory and confirmatory factor analysis of the constructs in order to validate the scale; multigroup analysis to verify the research consistency in different samples; and also, evaluation of the theoretical model through structural equation modeling. We have developed the “Perceptions about Degrowth” scale, with eighteen items divided into six factors that allow verifying the behavioral intention to engage to degrowth. The structural model and the correlation between the constructs presented a strong positive link between voluntary simplicity and intention to engage to degrowth, as well as a strong negative connection between materialism and intention to engage to degrowth. The thesis also made it possible to find eight different profiles, based on cognition, affection and behavior related to voluntary reduction of consumption. Given some profiles are unaware, lacks affection or behavior towards degrowth, actions are required to make consumer behavior even more focused on sustainability issues, with a greater emphasis on proximity, justice and citizenship, R’s cycle, reduction of production and consumption, caring for others and environmental responsibility, thus achieving the necessary transition to a sustainable consumer society.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectComportamento do Consumidorpt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectDecrescimentopt_BR
dc.subjectSimplicidade Voluntáriapt_BR
dc.subjectMaterialismopt_BR
dc.titleMaterialismo, simplicidade voluntária e decrescimento: vida de rico ou vida rica?pt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrEsta tese busca analisar as relações entre intenção e comportamento do consumidor frente à redução voluntária do consumo (decrescimento). O suporte teórico da pesquisa trata de atitude e comportamento sustentáveis, do aprofundamento nos fundamentos do decrescimento e de questões relativas ao consumo, bem-estar e estilo de vida, voltando-se principalmente à conexão entre sustentabilidade, simplicidade voluntária e materialismo. Como forma de obter os resultados desejados, foram realizadas: análise do perfil sociodemográfico e psicográfico dos consumidores; análise descritiva dos construtos decrescimento, simplicidade voluntária e materialismo; análise fatorial exploratória e confirmatória dos construtos a fim de validar a escala; análise multigrupo a fim de verificar a consistência da pesquisa em diferentes amostras, e, ainda, avaliação do modelo teórico através de modelagem de equações estruturais. Foi desenvolvida a escala “Percepções acerca do Decrescimento”, com dezoito itens divididos em seis fatores que permitem verificar a intenção comportamental de aderir ao decrescimento. O modelo estrutural e a correlação entre os construtos permitiram verificar uma forte ligação positiva entre simplicidade voluntária e intenção de aderir ao decrescimento, assim como uma forte ligação negativa entre materialismo e intenção de aderir ao decrescimento. A tese permitiu, ainda, compor oito diferentes perfis, baseando-se na cognição, afeição e comportamento relativos à redução voluntária do consumo. Visto que alguns perfis desconhecem, não possuem afeição ou comportamento voltados ao decrescimento, ainda que em menor número, são necessárias ações para que o comportamento do consumidor se torne ainda mais voltado às questões de sustentabilidade, com maior foco em questões de consumo por proximidade, justiça e cidadania, ciclo dos R’s, redução da produção e consumo, cuidado com o próximo e responsabilidade ambiental, alcançando-se, assim a transição necessária para uma sociedade de consumo sustentável.pt_BR
Appears in Collections:PPAC - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_mbmpaiva.pdf3,62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.