Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5002
Title in Portuguese: Análise da eficiência de produção de cana-de-açúcar no perímetro irrigado Curu-Paraipaba no estado do Ceará
Author: Campos, Kilmer Coelho
Oliveira, Alessandro de Assis Santos de
Campos, Robério Telmo
Arêdes, Alan Figueiredo de
Keywords: Cana-de-açúcar
Eficiência
Irrigação
Paraipaba
Ceará
Issue Date: 2006
Publisher: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural - SOBER, 44
Citation: CAMPOS, Kilmer Coelho; OLIVEIRA, Alessandro de Assis Santos; CAMPOS, Robério Telmo; ARÊDES, Alan Figueiredo. Análise da eficiência de produção de cana-de-açúcar no perímetro irrigado Curu-Paraipaba no estado do Ceará. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL - SOBER, 44., 2006, Fortaleza-CE. Anais... Brasília-DF : SOBER, v. 1. p. 1-16, 2006.
Abstract in Portuguese: O objetivo do artigo foi analisar o nível de eficiência técnica e de retorno à escala dos produtores de cana-de-açúcar no perímetro Curu-Paraipaba/CE. Os dados utilizados são de natureza secundária e foram extraídos de pesquisa direta feita por PINHEIRO (1998) no perímetro. Como metodologia de pesquisa, foi utilizada a Análise Envoltória de Dados (DEA) na abordagem insumo-orientado. Dos 30 produtores analisados, 12 foram eficientes tecnicamente com retornos constantes à escala e 13 eficientes com retornos variáveis à escala, 18 foram tecnicamente ineficientes pela análise com retornos constantes à escala e 17 tecnicamente ineficientes pela ótica com retornos variáveis à escala. Observando a eficiência à escala, 5 apresentaram rendimentos decrescentes à escala e 11 rendimentos crescentes. A eficiência técnica média sob retornos constantes e variáveis à escala indica que os produtores podem reduzir em média os insumos em 18,4% e 14,5%, respectivamente, mantendo o mesmo volume de produção, caso queiram operar de forma eficiente. A eficiência à escala em média foi de 95,4% com retornos crescentes, evidenciando que o aumento da produção requer um acréscimo em menor proporção dos insumos, evidenciando que, na média, a quantidade produzida pelas unidades deverá elevar-se para que a atividade se torne tecnicamente eficiente. Para que as unidades ineficientes otimizem a produção (tornem-se eficiente), na média a área utilizada deve passar de 1,49 ha para 1,34 ha, a mão-de-obra reduzir de 69,88 h/d para 61,39 h/d, o capital investido cair de R$ 98,16 para R$ 62,42, o gasto com insumos diminuir de R$ 245,75 para R$ 131,60 e o volume de água utilizada cair de 10.927,92 m3 para 7.302,53 m3. O artigo conclui que o DEA proporcionou indicativos valiosos para a melhor alocação dos recursos utilizados na produção da cana-de-açúcar, diminuindo o uso desnecessário de fatores e subsidiando informações importantes para a otimização da produção agrícola local.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5002
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 0103-2003
1806-9479
Appears in Collections:DEA - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_eve_rtcampos.pdf89,56 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.