Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50902
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSampaio, José Levi Furtado-
dc.contributor.authorFreitas, Hingryd Inácio de-
dc.date.accessioned2020-03-26T11:24:56Z-
dc.date.available2020-03-26T11:24:56Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.citationFREITAS, Hingryd Inácio de. Assentamentos rurais em terras sul baianas: sujeitos em luta, territórios em disputa. 2018. 290 f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/50902-
dc.description.abstractThis thesis aims at the settlement projects in agrarian reform areas that were implemented in the Southern Coast Territory of Bahia, in the period within 1986 to 2017. A synthesis of the historical process of social struggle for land, located in time and space, which reaffirms the permanence of the Brazilian agrarian issue. Thus, we sought to understand how has been developed the affirmation of the "cacao region" as a political space of the banner of agrarian reform by the rural workers, and how, in this context, new territorial dynamics were defined in the daily life of settled families. A process that, in the midst of the multiple determinations and contradictions of the real, is defined in the relation and tension between the State, the social movements and the settled families. More than three decades after the struggle for conquest of permanence in the land, challenges and threats to rural settlements and settled families have been imposed. Challenges and threats that are associated to the (dis) paths of agrarian reform in Brazil, but that are particularized in the context of the productive restructuring of the capital in the South Coast of Bahia. A process that not only affects the dynamics of production, but also the valorization of the space produced and the territorial conflicts that are established. As well as the daily forms of resistance and confrontations that emerge from this process. Regardless of the gaps defined between the projected dreams and the conquered realities in the rural settlements, the sense of the struggle for land is reaffirmed in the speech place of the settled workers. A reaffirmation that is defined by the improvement of the conditions of reproduction of life, in its objectivities and subjectivities, in relation to the previous conditions as salaried employees of cacao. A sense that vivifies the subjects in struggle over the disputed territories in the face of the challenges and threats that have been imposed. A research that has not intended to be conclusive on all its questions, but bears the intention of contributing with the construction of the critical thinking on the Brazilian rural area, specially in times of conservatism and austerity that have been instituted after the impeachment of the president Dilma Rousseff, in the year of 2016, which have been unveiling in an even more perverse way for the rural peoples and communities. The research has been developed from the survey, analysis and systematization of documentary, bibliographical and cartographic sources, and the accomplishment of the fieldwork through the participant research, having the interlocution with the subjects and spaces surveyed, as principle of the theory and the method. Primary and secondary data that have also subsidized the thematic mapping carried out, as well as the iconographic approach constituted.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectReforma agráriapt_BR
dc.subjectAssentamentos ruraispt_BR
dc.subjectProcessos de territorializaçãopt_BR
dc.subjectLitoral sul da Bahiapt_BR
dc.titleAssentamentos rurais em terras sul baianas: sujeitos em luta, territórios em disputapt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrEssa tese tem como objeto os projetos de assentamentos em áreas de reforma agrária que foram implantados no Território Litoral Sul da Bahia, no período de 1986 a 2017. Uma síntese do processo histórico de luta pela terra que, situado no tempo e no espaço, reafirma a permanência da questão agrária brasileira. Assim, buscou-se compreender como ocorreu o processo da afirmação da “região cacaueira” enquanto espaço político de luta pela reforma agrária, e como, nesse contexto, se definiram novas dinâmicas territoriais na vida cotidiana das famílias assentadas. Um processo que, em meio às múltiplas determinações e contradições do real, se realizada na relação e tensão entre o Estado, os movimentos sociais e as famílias assentadas. Transcorridas mais de três décadas da luta pela conquista à permanência na terra, impõem-se desafios e ameaças aos assentamentos rurais e as famílias assentadas. Desafios e ameaças que estão associados aos (des)caminhos da reforma agrária no Brasil, mas que se particularizam no contexto da reestruturação produtiva regional. Um processo que não só repercute na dinâmica da produção, mas também da valorização do espaço produzido e dos conflitos territoriais que se estabelecem, assim como das formas cotidianas de resistência e enfretamentos que emergem desse processo. Em que pese os hiatos que se definem entre os sonhos projetados e as realidades conquistadas nos assentamentos rurais, o sentido da luta pela terra é reafirmado no lugar de fala dos trabalhadores assentados. Uma reafirmação que se define pelo sentido da melhoria das condições de reprodução da vida, em suas objetividades e subjetividades, em relação às condições anteriores enquanto trabalhadores assalariados da cacauicultura. Um sentido que vivifica os sujeitos em luta pelos territórios em disputa diante dos desafios e ameaças que se impõem. Uma pesquisa que não pretendeu ser conclusiva sobre todas as suas questões, mas que buscou contribuir com a construção do pensamento crítico sobre o campo brasileiro, ainda mais em tempos de conservadorismo e austeridade que se instituíram após o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no ano de 2016, e que já se revelam de forma ainda mais perversa para os povos e comunidades do campo. A pesquisa foi desenvolvida a partir de levantamento, análise e sistematização de fontes documentais, bibliográficas e cartográficas, e da realização do trabalho de campo através da pesquisa participante, tendo a interlocução com os sujeitos e espaços pesquisados, como princípio da teoria e do método adotado. Dados primários e secundários que também subsidiaram o mapeamento temático realizado, assim como o acerco iconográfico constituído.pt_BR
dc.title.enRural settings in southern Bahia territories: subjects in fight, territories in disputept_BR
Appears in Collections:DGR - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_tese_hifreitas.pdf11,52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.