Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51343
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantiago, Sérgio Lima-
dc.contributor.authorLemos, Marcelo Victor Sidou-
dc.date.accessioned2020-04-17T18:45:04Z-
dc.date.available2020-04-17T18:45:04Z-
dc.date.issued2020-02-20-
dc.identifier.citationLEMOS, M. V. S. Avaliação de agentes bioativos para o aprimoramento da interface de união em substrato dentinário. 2020. 105 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51343-
dc.descriptionLEMOS, M. V. S. Avaliação de agentes bioativos para o aprimoramento da interface de união em substrato dentinário. 2020. 105 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.pt_BR
dc.description.abstractThe development of adhesive materials enabled a revolution in the practice of restorative dentistry, allowing the replacement of standardized and invasive preparations with individualized and minimally invasive preparations. However, the durability of these restorative procedures came to be questioned, mainly, by the degradation that occurred in the hybrid layer. Therefore, this thesis aimed to evaluate the effectiveness and stability of different bioactive agents for the improvement of the bonding interface promoted by adhesive systems on dentin substrate. This study consists of three chapters, where the first aimed to evaluate the biomodification potential of grape seed extract diluted in solutions containing different pHs (4.42; 6.96; 11.92). The tests performed were 3-point flexion, mass measurement, Fourier transform infrared spectroscopy (FT-IR) and Raman spectroscopy. It can be seen that the use of solutions with alkaline pH showed satisfactory results, which can be used as a solvent in biomodification. The second chapter aimed to compare the ability to form cross-links of ellagic acid, hesperidin, apigenin and curcumin, identifying the most effective concentrations of application [20μM (w/v); 200μM (w/v) and 2mM (w/v)]. For this, the 3-point flexion tests, mass variation, FT-IR analysis, bond strength, nanoinfiltration and micropermeability were performed. All tested substances have biomodification potential, with a concentration of 2mM effective in promoting such cross-linking. Ellagic acid has also been shown to be very effective in preserving bond strength. The third chapter aimed to assess the influence of the incorporation of epigallocatechin-3-gallate (EGCG) associated or not with beta-tricalcium phosphate (βTCP) on dentin adhesion when using a universal adhesive system. The tests performed were FT-IR analysis, 3-point flexion, degree of conversion, bond strength, nano-infiltration and micropermeability. It was observed that the incorporation of EGCG, alone or associated with βTCP, into a universal adhesive system maintaining strength after 6 months of aging without affecting the mechanical properties of the adhesive blend. In conclusion, it can be inferred that different bioactive agents proposed in this study were effective in improving and stabilizing the bonding interface in dentin substrate, especially ellagic acid and epigallocatechin-3-gallate.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAdesivos Dentináriospt_BR
dc.subjectColágenopt_BR
dc.subjectDentinapt_BR
dc.subjectPolifenóispt_BR
dc.subjectRemineralização Dentáriapt_BR
dc.titleAvaliação de agentes bioativos para o aprimoramento da interface de união em substrato dentináriopt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.description.abstract-ptbrO desenvolvimento de materiais adesivos possibilitou uma revolução na prática da Odontologia restauradora, permitindo a substituição de preparos padronizados e amplos por preparos individualizados e minimamente invasivos. Entretanto, a durabilidade desses procedimentos restauradores passou a ser questionada, principalmente, pela degradação ocorrida na camada híbrida. Logo, a presente tese teve como objetivo avaliar a eficácia e a estabilidade de diferentes agentes bioativos para aumento da longevidade da interface de união promovida por sistemas adesivos em substrato dentinário. Este estudo é composto por três capítulos, onde o primeiro teve como objetivo avaliar o potencial biomodificador do extrato de semente da uva diluído em soluções contendo diferentes pHs (6,96; 11,92). Os testes realizados foram flexão de 3 pontos, mensuração de massa, espectroscopia infravermelho por transformada de Fourier (FT-IR) e espectroscopia Raman. Pode-se observar que a utilização da solução com pH alcalino apresentou resultados satisfatórios podendo o mesmo ser utilizado como solvente em biomodificação. O segundo capítulo teve como objetivo comparar a capacidade de formação de ligações cruzadas de colágeno do ácido elágico, hesperidina, apigenina e curcumina, identificando as concentrações mais efetivas de aplicação [20µM (p/v); 200 µM (p/v) e 2mM (p/v)]. Para tanto, realizaram-se os testes de flexão de 3 pontos, variação de massa, análise em FT-IR, resistência de união, nanoinfiltração e micropermeabilidade. Todas as substâncias testadas apresentam potencial biomodificador, sendo a concentração de 2mM efetiva em promover tal reticulação. O ácido elágico também se mostrou bastante efetivo em preservar a resistência de união. O terceiro capítulo teve como proposição avaliar a influência da incorporação da epigalocatequina-3-galato (associada ou não ao beta-tricálcio fosfato (βTCP) sobre adesão em dentina quando utilizado um sistema adesivo universal. Os testes realizados foram análise em FT-IR, flexão de 3 pontos, grau de conversão, resistência de união, nanoinfiltração e micropermeabilidade. A incorporação de EGCG, isoladamente ou associada ao βTCP, ao sistema adesivo universal, possibilitou a manutenção da resistência de união a dentina após 6 meses de envelhecimento sem afetar as propriedades mecânicas da blenda adesiva. Dessa forma, pode-se inferir que diferentes agentes bioativos propostos nesse estudo foram efetivos em aprimorar e estabilizar a interface de união em substrato dentinário destacando se o ácido elágico e a epigalocatequina-3-galato.pt_BR
Appears in Collections:DCOD - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_tese_mvslemos.pdf3,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.