Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5172
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorJorge Neto, Paulo de Melo-
dc.contributor.authorAraújo, Luiz Alberto D'Ávila de-
dc.date.accessioned2013-07-01T20:06:35Z-
dc.date.available2013-07-01T20:06:35Z-
dc.date.issued2005-
dc.identifier.citationARAÚJO, Luiz Alberto Dávila de; JORGE NETO, Paulo de Melo. Risco e competição bancária no Brasil. 2005 113p. : Dissertação (Mestrado).Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5172-
dc.description.abstractThis paper investigates the relationship between risk and competition in banking. The competition is measure with statistic-H of Panzar & Rosse model. The risk is quantified in Brazilian Central Bank Index, Índice de Basiléia. The discussion of Allen & Gale, Grochulski & Kareken and Kahn must measure a second competition index to identify concentration (Herfindahl-Hirschman Index). The results are: (a) the conclusion of the Bolt & Tieman model is valid in Brazilian banking, biggest competition implies bigger risk, (b) competitiveness (statistics H) did not significance to credit supply and (c) Brazilian banks operate in monopolistic competition.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectSistema Financeiropt_BR
dc.subjectBancospt_BR
dc.subjectRiscopt_BR
dc.subjectRegulação Bancáriapt_BR
dc.titleRisco e competição bancária no Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEsta pesquisa investiga o relacionamento entre o nível de risco e o grau de competição bancária. O trabalho define a estatística-H do modelo de Panzar & Rosse e o Índice de Basiléia como medidas de competição e risco, e utiliza o modelo de Bolt & Tieman para esclarecer o relacionamento entre competição e risco. Dada a relevância do debate entre Allen & Gale, Grochulski & Kareken e Kahn, foi mensurada uma segunda medida de competição que identifica os efeitos da concentração (Índice de Herfindahl-Hirschman). Os resultados desta pesquisa são: (a) a conclusão do modelo teórico de Bolt & Tieman no mercado brasileiro é válida, a maior competição implica em maior exposição ao risco independente da medida de competição utilizada, (b) não mostrou significância na relação entre competitividade (estatística H) e oferta de crédito e (c) os bancos brasileiros operam em concorrência monopolista.pt_BR
Appears in Collections:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_dissert_laddearaujo.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.