Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51832
Title in Portuguese: A influência da educação médica na prática da automedicação entre acadêmicos de Medicina
Title: The influence of the medical education on the practice of self-medication among medical students
Author: Cunha, Laís Fabrício de Oliveira
Bachur, Tatiana Paschoalette Rodrigues
Keywords: Automedicação
Estudantes de Medicina
Educação Médica
Issue Date: Feb-2019
Publisher: RevInter
Citation: CUNHA, L. F. de O. ; BACHUR, T. P. R. A influência da educação médica na prática da automedicação entre acadêmicos de Medicina. Revinter, v. 12, n. 1, p. 19-26, fev. 2019.
Abstract in Portuguese: A automedicação é definida como o uso de medicamentos e outros produtos médicos para tratar sintomas e patologias autodiagnosticadas por um indivíduo, em benefício de sua própria saúde. Com a premissa de que a automedicação é bastante prevalente entre profissionais da saúde, especialmente médicos e acadêmicos de medicina, esse estudo se propõe a analisar a influência da aquisição de conhecimento médico na prática da automedicação entre os acadêmicos de medicina. Foi conduzida busca por artigos científicos publicados entre os anos de 1998 e 2018 nos idiomas inglês, espanhol e português, utilizando os descritores automedicação/”self medication”, “estudantes de medicina”/”students, medical”, nas bases de dados Lilacs e MedLine, além de guidelines oficiais da Organização Mundial da Saúde. A busca e seleção resultaram na inclusão de 15 estudos para a construção desta revisão. Verificou-se uma tendência maior à automedicação entre acadêmicos dos semestres mais avançados do curso de Medicina. Contudo, devido a escassez de trabalhos na literatura sobre o assunto, o achado não pode ser considerado definitivo.
Abstract: Self-medication is defined as the use of medications and other medical products to treat selfdiagnosed symptoms and conditions for the benefit of one's own health. In observing that selfmedication is highly prevalent among health professionals, especially physicians and medical students, this study proposes to analyze the influence of the acquisition of medical knowledge on the prevalence of self-medication among medical students. This study was carried out through a narrative review using the Lilacs and MedLine databases, in addition to the official WHO Guidelines. A trend toward greater self-medication among the most advanced semesters was found in most articles analyzed, however due to the lack of studies in the literature, the finding cannot be considered definitive.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/51832
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 1984-3577
Appears in Collections:DFIFA - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_lfocunha.pdf251,82 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.