Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5218
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorDeSouza, Sérgio Aquino-
dc.contributor.authorOliveira, Jimmy Lima de-
dc.date.accessioned2013-07-03T21:13:19Z-
dc.date.available2013-07-03T21:13:19Z-
dc.date.issued2006-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, J. L. (2006)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/5218-
dc.descriptionOLIVEIRA, Jimmy Lima de. Estimando o impacto do estoque de capital público sobre o PIB per capita na presença de mudança estrutural. 2006. 54f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Economia CAEN, Fortaleza-CE, 2006.pt_BR
dc.description.abstractAiming to estimate the elasticity product-public expenditure to the Brazilian economy, during the period 1950-2003, it was used a vector error correction model (VECM) to control for possible structural changes in the series. When structural changes were observed, many of the Dickey-Fuller statistic tests are biased towards the non-rejection of the existence of a unit root. This bias means that the Dickey-Fuller test is biased towards the null hypothesis of unit root, even if the series is stationary within each sub period. Without controlling for structural changes, the cointegration tests may present deceiving results and the estimates obtained may be biased.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEconometriapt_BR
dc.subjectGastos Públicospt_BR
dc.titleEstimando o impacto do estoque de capital público sobre o PIB per capita na presença de mudança estruturalpt_BR
dc.typeDissertationpt_BR
dc.description.abstract-ptbrO presente trabalho estima a elasticidade produto-gasto público para economia brasileira, no período de 1950 a 2003, utilizando um modelo vetorial de correção de erro (VECM) para controlar possíveis mudanças estruturais nas séries. Quando existem mudanças estruturais, os vários testes estatísticos de Dickey-Fuller são viesados em direção da não rejeição de uma raiz unitária. Este viés significa que o teste de Dickey-Fuller é viesado em direção da hipótese nula de uma raiz unitária, mesmo se a série é estacionária dentro de cada subperíodo. Sem controlar para mudanças estruturais, os testes de cointegração podem apresentar resultados enganosos, e as estimativas obtidas podem ser viesadas.pt_BR
Aparece nas coleções:CAEN - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dissert_jloliveira.pdf349,82 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.