Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54583
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCarneiro, Everton Nery-
dc.contributor.authorLustosa, Francisca Geny-
dc.date.accessioned2020-10-13T05:45:06Z-
dc.date.available2020-10-13T05:45:06Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationCARNEIRO, Everton Nery; LUSTOSA, Francisca Geny. Espiritualidade e as concepções sobre as pessoas com deficiência: recortes temporais. Fragmentos de Cultura, Goiânia, v. 29, n. 4, p. 622-638, 2019.pt_BR
dc.identifier.issn1983-7828-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54583-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherFragmentos de Culturapt_BR
dc.subjectEspiritualidadept_BR
dc.subjectPessoa com deficiênciapt_BR
dc.subjectAcessibilidadept_BR
dc.subjectInclusão socioeducacionalpt_BR
dc.subjectEducação especialpt_BR
dc.subjectEducação inclusivapt_BR
dc.titleEspiritualidade e as concepções sobre as pessoas com deficiência: recortes temporaispt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA reflexão em foco problematiza, retrospectivamente, a construção e a reconstrução conceitual estabelecida entre espiritualidade, religião e mística, entendendo que esses conceitos fazem parte da estrutura da história da humanidade, relacionando, também, as compreensões e modos de perceber as pessoas com deficiência, assim como alguns aparatos legais e abordagens conceituais e estudos acadêmicos que contribuem para uma reflexão sobre os argumentos em defesa da inclusão de pessoas com deficiência no meio social e educacional. A pesquisa bibliográfica foi o caminho aqui adotado, trabalhando com diferentes áreas do saber, e a categoria de análise adotada para leitura e interpretação das informações foi a análise das práticas discursivas que perpassam os repertórios interpretativos utilizados em determinadas épocas e suas práticas sociais (SPINK, 1999; FOUCAULT, 1996). Após excursionar em torno dos recortes históricos e temporais das relações entre pessoas com deficiência e a espiritualidade na cultura judaico-cristã, posta em diálogo com a trajetória dos paradigmas sociais, pode-se perceber que encontra-se nítido os estigmas reportados à pessoa com deficiência apontando-a como pecadora ou impura, devendo ser punida/afastada do convívio social. O paradigma inclusivo, constructo da sociedade contemporânea, exige uma nova hermenêutica da Espiritualidade!pt_BR
Appears in Collections:PRÓ-INCLUSÃO - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_art_encarneiro_fglustosa.pdf260,11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.