Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54589
Title in Portuguese: Análise do filme Os Melhores Dias de Nossas Vidas: pressupostos teóricos para o debate na formação de professores inclusivos
Author: Lustosa, Francisca Geny
Pires, Marcia Gardenia Lustosa
Keywords: Educação especial
Educação inclusiva
Formação de professores
Análise fílmica
Inclusão socioeducacional
Pessoa com deficiência
Práticas pedagógicas
Pedagogia - acessibilidade
Issue Date: 2017
Publisher: Edições UFC
Citation: LUSTOSA, Francisca Geny; PIRES, Marcia Gardenia Lustosa. Análise do filme Os Melhores Dias de Nossas Vidas: pressupostos teóricos para o debate na formação de professores inclusivos. In: LUSTOSA, Francisca Geny; MARIANA, Fernando Bomfim (org.). Diversidade, diferença e deficiência: análise histórica e narrativas cinematográficas. Fortaleza: Edições UFC, 2017. p. 173-185.
Abstract in Portuguese: O filme Os melhores dias de nossas vidas, aqui em análise, aborda a história de vida de dois jovens irlandeses, Michael Connolly e Rory O’Shea, que possuem defi ciência física e têm suas vidas entrecruzadas a partir do momento em que se encontram em uma instituição especializada em acolher e cuidar de pessoas com essa condição. A película se apresenta prenhe de questões provocativas que podem guiar-nos no debate sobre a temática da inclusão social de sujeitos com deficiência. Em uma analogia, emergem do filme elementos históricos que influenciaram os processos de institucionalização e desinstitucionalização do atendimento a esse segmento de pessoas. O enfoque nas situações e interações cotidianas que envolvem o enredo também oportunizam o debate sobre as possibilidades de desenvolvimento humano, diante das condições objetivas e subjetivas de existência dos indivíduos, nas situações dadas e postas pelo meio social no qual estão inseridos – que podem se estabelecer como favorecedoras ou cerceadoras/limitadoras da aprendizagem humana, da constituição de autonomia, de saberes, experiências, linguagem, além das formas de pensar e atuar no mundo. Ou seja, alerta para o fato de que a qualidade das interações e das ações estabelecidas nos contextos sociais colaboram para a constituição da subjetividade e da cognição dos sujeitos, implicando o desenvolvimento das potencialidades humanas.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54589
metadata.dc.type: Capítulo de Livro
ISBN: 978-85-7282-702-7
Appears in Collections:PRÓ-INCLUSÃO - Capítulos de livro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_capliv_fglustosa_mglpires.pdf455,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.