Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58226
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFigueiredo, Monalisa Feliciano-
dc.contributor.authorMaia Filho, Pedro Aurio-
dc.contributor.authorAlmeida Filho, Tarcísio Paulo de-
dc.contributor.authorLaurentino, Marília Rocha-
dc.contributor.authorBarbosa, Maritza Cavalcante-
dc.contributor.authorLemes, Romelia Pinheiro Goncalves-
dc.date.accessioned2021-05-06T18:44:32Z-
dc.date.available2021-05-06T18:44:32Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationFIGUEIREDO, Monalisa Feliciano; MAIA FILHO, Pedro Aurio; ALMEIDA FILHO, Tarcísio Paulo de; LAURENTINO, Marília Rocha; BARBOSA, Maritza Cavalcante; LEMES, Romelia Pinheiro Goncalves. Avaliação do risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 em estudantes do curso de farmácia do estado do Ceará. Revista Encontros Universitários da UFC, Fortaleza, v. 1, n. 1, 2016. (Encontro de Extensão, 25)pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58226-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Cearápt_BR
dc.subjectDiabetes - Prevençãopt_BR
dc.subjectEstudantes de farmácia - Saúde e higienept_BR
dc.subjectPromoção da saúdept_BR
dc.titleAvaliação do risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2 em estudantes do curso de farmácia do estado do Cearápt_BR
dc.typeResumopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO Diabetes mellitus (DM) é uma doença metabólica de etiologia múltipla, caracterizada por uma hiperglicemia decorrente de uma alteração na secreção ou ação da insulina. O DM tipo 1 (DM1) está relacionado com a deficiência de insulina resultante da destruição das células-β do pâncreas; o DM tipo 2 (DM2) resulta de um processo fisiopatológico que culmina com a resistência à insulina, sendo o DM2 considerado um problema de saúde pública global. O objetivo foi avaliar a frequência dos fatores de riscos associados com o desenvolvimento do DM2 em estudantes do curso de Farmácia do estado do Ceará.Trata-se de um estudo transversal, com 153 estudantes entre 18 e 35 anos de idade que cursavam Farmácia em Instituições de Ensino Superior (IES) localizadas no estado do Ceará. Utilizou-se o questionário “Risco de ter diabetes” (adaptado) disponibilizado pelo Telessaúde São Paulo. Com base nas instruções do questionário aplicado em sua versão final, a probabilidade de desenvolver DM2 pode ser classificada em 5 grupos: risco baixo considerando-se o somatório de pontos que atingissem escore menor que 7 pontos; risco pouco elevado (7 a 11 pontos); risco moderado (12 a 14 pontos); risco alto (15 a 20 pontos) e risco muito alto (maior que 20 pontos). Os questionários foram aplicados de forma individual e anônima através de formulários online, no qual os participantes eram orientados a ler cuidadosamente as instruções para o preenchimento. Os resultados demonstraram que a maioria dos estudantes do curso de Farmácia apresentaram um risco baixo de desenvolver DM2 em 10 anos. Dos 153 indivíduos, 41% apresentaram risco baixo de desenvolver DM2, 32% apresentaram risco pouco elevado, 20% apresentaram risco moderado e 7% apresentaram risco alto. Os resultados do presente estudo demonstram que a maioria dos estudantes do curso de Farmácia possuem um baixo risco de desenvolver DM2 em 10 anos, no entanto hábitos saudáveis como realização de atividade física e dieta saudável são recomendadas.pt_BR
Appears in Collections:ENEX - Resumo de trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_resumo_eve_mffigueiredo.pdf77,19 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.