Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58506
Title in Portuguese: Produção de sentidos e sexualidade na juventude: um relato de experiência
Title: Production of meanings and sexuality in youth: an account of experience
Author: Cavaler, Camila Maffioleti
Salvaro, Giovana Ilka Jacinto
Keywords: Gênero
Sexualidade
Juventude
Gravidez na adolescência
IST
Gender
Sexuality
Youth
Teenage pregnancy
STI
Issue Date: 2021
Publisher: Revista de Psicologia
Citation: CAVALER, Camila Maffioleti; SALVARO, Giovana Ilka Jacinto. Produção de sentidos e sexualidade na juventude: um relato de experiência. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 12, n. 1, p. 156-163, jan./jun. 2021
Abstract in Portuguese: O presente artigo traz um relato de experiência de estágio em Psicologia Social, realizado com aproximadamente 80 jovens com idades entre 14e 19 anos. O objetivo foi problematizar a responsabilidade, historicamente atribuída às mulheres, pelos cuidados relativos à prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e à gravidez não planejada. As atividades foram realizadas por meio de módulos temáticos. Desse modo, a presente produção versará sobre o encontro temático que abordou questões relacionadas à sexualidade na juventude. Como metodologia para a realização do encontro, abordamos os assuntos com o auxílio de recursos audiovisuais e de dinâmicas psicoeducativas, assim direcionando o encontro de acordo com as dúvidas e as inquietações dos/as próprios/as jovens. A maioria dos/as participantes afirmou que a sexualidade é tratada de maneira diferente para os homens e as mulheres. Foi possível perceber a culpabilização da mulher por uma gravidez não planejada. Além disso, muitos/as jovens percebem a gravidez na adolescência não como algo somente negativo, mas como possibilitador da reestruturação de vivências. A sexualidade na juventude se mostrou um elemento produtor de identidade marcado por questões de gênero. Entende-se aqui a importância de ampliar discussões sobre as temáticas, considerando os marcadores analíticos de gênero e geração, abrindo mão de moralidades conservadoras que perpetuam desigualdades entre homens e mulheres.
Abstract: This article presents an experience on social psychology, conducted with approximately 80 young people, ranging from 14 to 19 years of age.The objective was to problematize the responsibility, historically attributed to women, for care related to the prevention of Sexually Transmitted Infections (STIs) and unplanned pregnancy. The activities were carried out through thematic modules. In this way, the present production will focus on the thematic meeting that addressed issues related to sexuality in youth. As a methodology for conducting the meeting, we approach theissues with the help of audiovisual resources and psychoeducational dynamics, thus, it is possible to direct the meeting according to the doubts and concerns of the young people themselves. Most of the participants stated that sexuality is treated differently for men and women. It was also possible to see the blame of the woman for an unplanned pregnancy. Moreover, many young people do not perceive pregnancy in adolescence not as something only negative, but as an enabler of the restructuring of experiences. Sexuality in youth has shown itself to be an element that produces gendered identity. It is understood here the importance of expanding discussions on the themes considering the analytical markers of gender and generation, thereby giving way to conservative morals that perpetuate inequalities between men and women.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/58506
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Appears in Collections:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_art_cmcavaler_gijsalvaro.pdf274,27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.