Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/59005
Title in Portuguese: Alternativa para quantificação de alfa-amilase
Title: Alternative method for quantification of alfa-amylase activity
Author: Farias, D. F.
Carvalho, A. F. U.
Oliveira, C. C.
Sousa, N. M.
Rocha-Bezerrra, L. C. B.
Ferreira, P. M. P.
Lima, G. P. G.
Hissa, D. C.
Keywords: Alfa-amylase
Alternative method
Quantification
Issue Date: 2010
Citation: FARIAS, D. F. et al. Alternative method for quantification of alfa-amylase activity. Brazilian Journal of Biology, [s.l], v. 70, n. 2, p. 405-407, 2010.
Abstract in Portuguese: Modificações foram propostas ao método sensível de difusão em ágar para a macrodeterminação de alfa-amilase. As modificações propostas diminuem os custos, com a utilização de amido como substrato e ágar como meio so lidificante. Assim, foi construída uma curva padrão utilizando uma solução de alfa-amilase de Aspergillus oryzae com concentrações variando de 2,4 a 7.500 U.mL–1. Em seguida, as zonas claras de difusão radial foram mensuradas depois de 4 horas de incubação a 20 °C. Foi obtida uma relação linear entre o logaritmo da atividade enzimática e os diâmetros das zonas claras. O método foi validado utilizando-se soluções de alfa-amilase de cevada nas concentrações de 2,4; 60; 300 e 1.500 U.mL–1. O método tornou-se mais simples, rápido, com baixo custo e passível de ser utilizado para macrodeterminação de alfa-amilase em ampla faixa (2,4 a 7.500 U.mL–1) na investigação científica e para fins didáticos em aulas práticas.
Abstract: A modification of the sensitive agar diffusion method was developed for macro-scale determination of alfa-amylase. The proposed modifications lower costs with the utilisation of starch as substrate and agar as supporting medium. Thus, a standard curve was built using alfa-amylase solution from Aspergillus oryzae, with concentrations ranging from 2.4 to 7,500 U.mL–1. Clear radial diffusion zones were measured after 4 hours of incubation at 20 °C. A linear relationship between the logarithm of enzyme activities and the area of clear zones was obtained. The method was validated by testing α-amylase from barley at the concentrations of 2.4; 60; 300 and 1,500 U.mL–1. The proposed method turned out to be simpler, faster, less expensive and able to determine on a macro-scale α-amylase over a wide range (2.4 to 7,500 U.mL–1) in scientific investigation as well as in teaching laboratory activities.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/59005
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Appears in Collections:DBIO - Artigos publicados em revista científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_art_dffarias.pdf182,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.