Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/59310
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSantana, José Rogério-
dc.contributor.authorCosta, Francisco Joel Magalhães da-
dc.date.accessioned2021-07-01T21:59:28Z-
dc.date.available2021-07-01T21:59:28Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.citationCOSTA, Francisco Joel Magalhães da. História das pessoas comuns: uma influência temático-conceitual nas pesquisas do núcleo de história e memória da educação da Universidade Federal do Ceará. Orientador: José Rogério Santana. 2021. 150 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/59310-
dc.description.abstractThe objective of this study is to understand the relationship between History, the “common people” and the dissertations and theses produced between the Years 2000 to 2018, by the Center for History and Memory of Education (NHIME), of the Graduate Program in Education (PPGE), Faculty of Education (FACED), Federal University of Ceará (UFC). The central question of the research concerns the research of the “common people”, who are, from the historical point of view, those forgotten or ignored by Traditional History, in the name of kings, nobles, powerful, political and military. Common people include women, children, the elderly, the disabled, delinquents, blacks, the poor, homosexuals, insane people, among others. Thus, the study highlights the historical investigations about experiences, knowledge, social, cultural and educational practices, rescue and insertion of the “common people” in History. The research approach is of a qualitative nature, whose tipology is exploratorybibliographic, which adopted the Historical Method for the construction of this thesis. The techniques of information collection and data generation used literature review of secondary sources and digital sources, whose technical procedures of organization and analysis used were the State of the Art and Discourse Analysis. The theoretical foundation was anchored in the concepts of Escola dos Annales, History of ordinary people, History of Education, History seen from below, History of women, among others. The results showed 52 surveys that investigated the history of children, people with disabilities, delinquents, marketers, graffiti artists, the elderly, immigrants, fishermen, young people, graffiti artists, fanzineiros, teachers, women and blacks. This result corresponds to 52 (48%) works, in a total of 109 produced by NHIME, divided into 36 dissertations and 16 theses. It was concluded that the studies on the “common people” are evidenced from the theories of History, mainly with the French historiography, through the Annales, and the English historiography, through the English Marxists; that the theoretical and methodological resources that outline research on “ordinary people” are involved with the elements of oral tradition; and that all classes have knowledge that they add to our Society.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectHistória das pessoas comunspt_BR
dc.subjectHistória vista de baixopt_BR
dc.subjectHistória da educaçãopt_BR
dc.subjectNúcleo de história e memória da educaçãopt_BR
dc.titleHistória das pessoas comuns: uma influência temático-conceitual nas pesquisas do núcleo de história e memória da educação da Universidade Federal do Cearápt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.contributor.co-advisorXavier, Antônio Roberto-
dc.description.abstract-ptbrO objetivo deste estudo é compreender a relação entre a História, as “pessoas comuns” e as dissertações e teses produzidas entre os anos 2000 e 2018, pelo Núcleo de História e Memória da Educação (NHIME), do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), da Faculdade de Educação (FACED), da Universidade Federal do Ceará (UFC). A questão central da pesquisa incide sobre a pesquisa das “pessoas comuns”, que são, do ponto de vista histórico, as esquecidas ou ignoradas pela História Tradicional, em nome de reis, nobres, poderosos, políticos e militares. Entre as pessoas comuns estão as mulheres, crianças, idosos, portadores de deficiência, delinquentes, negros, pobres, homossexuais, loucos, entre outros, que remetem às minorias. Assim, o estudo destaca as investigações históricas acerca das experiências, saberes e práticas social, cultural e educacional, resgate e inserção das “pessoas comuns” na História. A abordagem da pesquisa é de natureza qualitativa, cuja tipologia é exploratório-bibliográfica, que adotou o Método Histórico para a construção desta tese. As técnicas de coleta de informações e geração de dados valeram-se de revisão de literatura de fontes secundárias e fontes digitais, cujos procedimentos técnicos de organização e análise utilizados foram o Estado da Arte e a Análise de Discurso. A fundamentação teórica ancorou-se nos conceitos de Escola dos Annales, História da pessoas comuns, História da Educação, História vista de baixo, História das mulheres, entre outros. Os resultados apontaram 52 pesquisas que investigaram a história de crianças, portadores de deficiência, delinquentes, feirantes, grafiteiros, idosos, imigrantes, pescadores, jovens, pichadores, fanzineiros, professores, mulheres e negros. Este resultado corresponde a 52 trabalhos acadêmicos, no total de 109 produzidos pelo NHIME, divididos em 36 dissertações e 16 teses. Concluiu-se que os estudos sobre as “pessoas comuns” se evidenciaram a partir das teorias da História, sobretudo com a historiografia francesa, através dos Annales, e a historiografia inglesa, através dos ingleses marxistas; que os recursos teórico-metodológicos que delineiam as pesquisas sobre as pessoas comuns estão implicados com os elementos da tradição oral; e que todas as classes possuem conhecimentos que agregam à nossa sociedade.pt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_tese_fjmcosta.pdf3,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.