Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6471
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAguiar, Odílio Alves-
dc.contributor.authorLima, Maria do Socorro Alves-
dc.date.accessioned2013-11-05T14:09:16Z-
dc.date.available2013-11-05T14:09:16Z-
dc.date.issued2005-
dc.identifier.citationLIMA, Maria do Socorro Alves. A liberdade em o ser e o nada de Jean Paul Sartre. 2005. 117 f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2005.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6471-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherwww.teses.ufc.brpt_BR
dc.subjectResponsibilitypt_BR
dc.subjectSartre, Jean-Paul, 1905-1980 - Crítica e interpretaçãopt_BR
dc.subjectLiberdade - Filosofiapt_BR
dc.subjectResponsabilidadept_BR
dc.titleA liberdade em o ser e o nada de Jean Paul Sartrept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrO conceito de liberdade enfocado na perspectiva sartreana: eis o objetivo de nossa dissertação. A definição de liberdade ocupa sempre um espaço solicitante de uma nova e adequada compreensão, devido ao grau de complexidade exigido por cada época. Embora o próprio Sartre reconheça que inicia seu empreendimento fora de um horizonte histórico, seu itinerário intelectual é alçado desde já por uma liberdade que esclarece o significado próprio da realidade humana. A rigor, temos a intenção em nosso estudo, de expor o modo como a liberdade é apresentada em 'O Ser e o Nada, obra escrita por Jean Paul Sartre e publicada em 1943, na qual percorreremos o traçado escrito pelo autor em seu gigantesco tratado com a finalidade de perscrutarmos com exatidão as mais diferentes etapas no interior das quais sua filosofia percorre e se desenvolve. A temática da liberdade constitui-se a partir das bases conceituais da ontologia sartreana em que o sujeito é erguido de sua subjetividade, para se engajar de forma responsável e comprometida, nas situações e entrecruzamentos que sua liberdade confere. É sobretudo na existência que a consciência de liberdade, proporciona ao homem a determinação de escolher seu próprio destino. Essa autodeterminação sobressai-se, pela bravura do homem assumir seu nada de ser e projetar-se através da ação escolhendo aquilo que ele deseja ser.pt_BR
Appears in Collections:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005-DIS-MSALIMA.pdf473,58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.