Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6716
Título: Qual alternativa? Uma questão tecida na esperança do futuro
Título em inglês: What is the alternative? An issue woven in the hope of future
Autor(es): FURTADO, Beth
Palavras-chave: Trabalho
Capital
Crise estrutural
Classe trabalhadora
Alternativa socialista
Labour
Capital
Structural crisis
Workingclass
Socialist alternative
Data do documento: 2009
Editor: http://www.revistalabor.ufc.br/artigos2.php
Citação: FURTADO, B. (2009)
Resumo: A inegável e crescente desumanização e coisificação do homem, visível para além do fantástico shopping center que o capital projetou transformar o mundo, mostram o aprofundamento das contradições e o esgotamento das soluções emergenciais propostas pelo capital para a crise que nos dias atuais assumiu a forma estrutural e atingiu proporção global. A adoção de uma linha de menor resistência como opção histórica do capital no percurso da sua reprodução exalou um espectro de morte anunciada que se faz sentir não somente pela produção do desperdício exigido pela necessidade de aceleração do tempo de circulação - consumo; pelo recrudescimento dos conflitos que se transferem do âmbito interno à esfera internacional na forma de conflitos bélicos manipulados pelo capital; e, também, pelo colapso do modo de controle do incontrolável capital. A pulsão das contradições advindas do imperativo de expansão do capital, frente ao que parece ser a única alternativa histórica para a humanidade, não revela na expressão fenomênica da circulação globalizada a exaustão da sua base produtiva. Viver num mundo aparentemente sem alternativa obriga a pensar para além dele. A proposta deste artigo é refletir sobre a crise do capital mundializado e o desafio da construção do futuro da humanidade.
Abstract: The undeniable inhumane treatment of the mankind, visible beyond the fantastic shopping center, in which the capital projected to transform the world, show the deepness of the contradictions and the exhaustion of several emergency solutions proposed by the capital for a crisis that assumed global proportion. The adoption of a less resistance line as historical option of the capital in the route of its reproduction gave off a specter of announced death that is felt not only by the production of the waste, demanded by the necessity of the time acceleration of the consumption or by the worsening of the conflicts that are transferred from the internal extent to the international sphere, in the form of war conflicts manipulated by the capital, but also by the collapse of the way of control of the "uncontrollable" capital. The repercussion of the contradictions resulted from the imperative of the capital expansion, which seems to be the only historical alternative for the humanity, does not reveal in the phenomenal expression of the worldwide movement the exhaustion of his productive base.
Descrição: FURTADO, Beth. Qual alternativa? Uma questão tecida na esperança do futuro. Revista do LABOR, Fortaleza, v. 1, n. 2, p. 1-25, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/6716
ISSN: 1983-5000
Aparece nas coleções:PPGEB - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_aRT_BFurtado.pdf125,34 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.