Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7230
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSousa, Francisca Cléa Florenço de-
dc.contributor.authorSilva, Francisca Charliane Carlos da-
dc.date.accessioned2014-02-10T15:26:41Z-
dc.date.available2014-02-10T15:26:41Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationSILVA, F. C. C. da. Alterações comportamentais e envolvimento do estresse oxidativo provocadas por diferentes tratamentos com ketamina em camundongos. 2012. 128 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/7230-
dc.description.abstractKetamine is mainly used as an anesthetic, producing a kind of anesthesia, called dissociative anesthesia characterized by a cataleptic. However, the use of ketamine has been restricted to clinical practice and research, since, currently, has been used as a drug of abuse, since both produce hallucinogenic effects as stimulants. The aim of this study was to evaluate behavioral changes such as depression and anxiety in mice subjected to different treatments with ketamine (acute, subchronic and withdrawal of 24), as well as investigate the involvement of oxidative stress in the prefrontal cortex of mice after acute treatment Ketamine. This is an experimental study to evaluate where behavioral changes (depression and anxiety) mice were treated with ketamine acutely or subcronicamente (7 consecutive days), being conducted experimental models of Open Field (TCA), Labyrinth of High Cross (LCE), Forced Swim (TNF) and Tail Suspension (TSC). The animals also were exposed to 24 hours of abstinence after treatment and subjected to subchronic experimental models above. To investigate the involvement of oxidative stress, the animals were treated acutely with ketamine and used the prefrontal cortex to evaluate the activity of catalase, glutathione, and nitrite malonialdeído. The results showed that the TCA increased spontaneous locomotor activity in all types of treatment and at all doses used. In LCE treating acute and subchronic withdrawal 24h with ketamine reduced some parameters in the open arms. In TNF and TSC, acute and subchronic treatment reduced immobility time at all doses used. While the withdrawal of 24h was increased immobility time in doses of 10 and 20 mg/kg. Regarding the involvement of oxidative stress after acute treatment with ketamine in the prefrontal cortex of mice was noted a significant increase in catalase activity, levels of malondialdehyde and nitrite. While the levels of reduced glutathione (GSH) showed a significant decrease. It concludes with the work that the acute and subchronic treatment caused anxiogenic and antidepressant effects. While abstinence from 24h after treatment showed a subchronic effect anxiogenic and depressant. In addition to behavioral changes, it appears that acute treatment with Ketamine causes increased oxidative stress, indicating the possible occurrence of neural injuries as a result of these changes.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectAnsiedadept_BR
dc.subjectDepressãopt_BR
dc.subjectKetaminapt_BR
dc.titleAlterações comportamentais e envolvimento do estresse oxidativo provocadas por diferentes tratamentos com ketamina em camundongospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA ketamina é usada principalmente como anestésico, produzindo um tipo de anestesia, denominada anestesia dissociativa que se caracteriza por um estado cataléptico. Entretanto, o uso da ketamina não tem sido restrito à prática clínica e pesquisa, uma vez que, atualmente, tem sido utilizada como droga de abuso, visto produzir efeitos tanto alucinógenos quanto estimulantes. O objetivo deste estudo foi avaliar alterações comportamentais tais como ansiedade e depressão em camundongos submetidos a diferentes tratamentos com ketamina (agudo, subcrônico e abstinência de 24h), bem como investigar o envolvimento do estresse oxidativo em córtex pré-frontal de camundongos após tratamento agudo com ketamina. Trata-se de um estudo experimental, onde para avaliar as alterações comportamentais (ansiedade e depressão) os camundongos foram tratados com ketamina agudamente ou subcronicamente (7 dias consecutivos), sendo realizados os modelos experimentais de Campo Aberto (TCA), Labirinto de Cruz Elevado (LCE), Nado Forçado (TNF) e Suspensão da Cauda (TSC). Os animais também foram expostos a abstinência de 24h após o tratamento subcrônico e submetidos aos modelos experimentais supracitados. Para investigar o envolvimento do estresse oxidativo, os animais foram tratados agudamente com ketamina e utilizado o córtex pré-frontal para avaliar atividade da catalase, níveis de glutationa, malonialdeído e nitrito. Os resultados mostraram que no TCA houve aumento da atividade locomotora espontânea em todos os tipos de tratamento e em todas as doses utilizadas. No LCE o tratamento agudo, subcrônico e abstinência de 24h com ketamina reduziu alguns parâmetros nos braços abertos. No TNF e TSC, o tratamento agudo e subcrônico reduziu o tempo de imobilidade em todas as doses utilizadas. Enquanto na abstinência de 24h houve aumento do tempo de imobilidade nas doses de 10 e 20 mg/kg. Quanto ao envolvimento do estresse oxidativo após o tratamento agudo com ketamina em córtex pré-frontal de camundongos notou-se um aumento significativo da atividade da catalase, dos níveis de malonildialdeído e nitrito. Enquanto nos níveis de glutationa reduzida (GSH) observou-se uma diminuição significativa. Conclui-se com o trabalho que o tratamento agudo e subcrônico causou efeito ansiogênico e antidepressivo. Enquanto que a abstinência de 24h após o tratamento subcrônico evidenciou um efeito ansiogênico e depressor. Além das alterações comportamentais, constata-se que o tratamento agudo com ketamina causa aumento do estresse oxidativo, indicando a ocorrência de possíveis lesões neurais em consequência dessas alterações.pt_BR
Appears in Collections:PPGF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_dis_fccsilva.pdf1,72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.