Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8385
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCampos, Francisco de Assis de Paiva-
dc.contributor.authorSoares, Emanoella Lima-
dc.date.accessioned2014-07-02T20:00:26Z-
dc.date.available2014-07-02T20:00:26Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.citationSOARES, E. L. Regeneração "in vitro", estudos histológicos e transformação genética da momoneira (Ricinus communis). 2009. 77 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8385-
dc.description.abstractCastor bean (Ricinus communis) is an oilseed crop with considerable economic value because of the composition of its oil seed. However, there are some constraints in your use for human and animal food because of the presence of toxic and allergenic proteins. This problem could be solved or reduced through genetic engineering. However, this crop is recalcitrant to tissue culture techniques, thus limiting the formation of transformed plants, and the protocols existing are not well established. The aim of this work was to test the applicability of the regeneration protocol which has been published for the Nordestina cultivar; to determine the regeneration way and to verify trough histochemical techniques, the transformed cells around the meristem. For this purpose, embryo axes were cultured on Murashig and Skoog (MS) medium supplemented with thiadiazuron (TDZ) (0,1; 0,5; 1,0; 2,0; 5,0 e 10,0 mg.L-1). Between the TDZ concentrations tested, 0,1 mg.L-1 presented the better results after 56 days of incubation with 7,42 shoots per explant. Gibberellic acid (GA3) (0,1 mg.L-1) and indole-3-butyric acid (1,0 mg.L-1) were used for elongation and rooting, respectively, of the shoots obtained, however, in the concentrations used, any effect was evidenced. Histological analysis revealed that the shoots were formed by pre existing or neo formed meristems indicating direct organogenesis. Transformed cells were viewed at least in the second cellular layer. Analysis for stable gus expression showed gus expression 19 days after bombardment. In the histological analysis transformed cells in process of division were observed. In conclusion the Nordestina cultivar formed multiple shoots on medium supplemented with TDZ and this protocol of regeneration was compatible with a protocol for biolistic-mediated transformation.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectFitotecniapt_BR
dc.subjectBombardeamentopt_BR
dc.subjectMeristemapt_BR
dc.subjectTidiazuronpt_BR
dc.titleRegeneração "in vitro", estudos histológicos e transformação genética da momoneira (Ricinus communis).pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrA mamoneira (Ricinus communis) é uma oleaginosa com valor econômico considerável devido à composição do óleo de suas sementes. No entanto, há algumas limitações no seu uso para alimentação humana e animal devido à presença de proteínas tóxicas e alergênicas, as quais podem ser solucionadas ou minimizadas através da engenharia genética. Contudo, essa cultura é recalcitrante para técnicas de cultura de tecidos limitando a geração de plantas transformadas e os protocolos existentes não são bem estabelecidos. O objetivo desse trabalho foi avaliar a aplicabilidade de um protocolo de regeneração existente na literatura à cultivar Nordestina; determinar a via de regeneração e avaliar, através de técnicas histoquímicas, as células transformadas por biobalística em torno do meristema. Para este propósito, eixos embrionários foram cultivados em meio Murashig and Skoog (MS) suplementado com concentrações crescentes de tidiazuron (TDZ) (0,1; 0,5; 1,0; 2,0; 5,0 e 10,0 mg.L-1). Observou-se que entre as concentrações de TDZ avaliadas a que apresentou a melhor resposta foi 0,1 mg.L-1, apresentando, em média, após 56 dias de incubação,7,42 partes aéreas por explante. Ácido giberélico (0,1 mg.L-1) e ácido-indol-3 butírico (1,0 mg.L-1) foram utilizados na tentativa de alongar e promover o enraizamento, respectivamente, das partes aéreas obtidas, contudo, nas concentrações utilizadas, não evidenciou-se nenhum efeito com estes reguladores de crescimento. Análises histológicas revelaram que as partes aéreas foram formadas de meristemas pré-existentes e neo-formados indicando organogênese direta. Observaram-se células transformadas pelo menos até a segunda camada celular. Análises da expressão estável do gene gus mostraram expressão do mesmo, 19 dias após o bombardeamento. Nas análises histológicas foram observadas células transformadas em divisão. Como conclusão a cultivar Nordestina foi capaz de formar múltiplas partes aéreas em meio contendo TDZ e este protocolo de regeneração foi compatível com um protocolo de transformação por biobalística.pt_BR
dc.title.en"In vitro" regeneration, histologycal studies and genetic transformation of castor-bean (Ricinus communis).pt_BR
Appears in Collections:PPGFIT - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2009_dis_elsoares.pdf3,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.