Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/862
Título: Miastenia gravis no Ceará, Brasil : aspectos clínicos e epidemiológicos
Autor(es): Aguiar, Aline
Orientador(es): Carvalho, André
Palavras-chave: Miastenia Gravis
Epidemiologia
Data do documento: 2010
Citação: AGUIAR, A. A. X., (2010)
Resumo: Foram analisados, retrospectivamente, os prontuários de pacientes com diagnóstico de miastenia grave (MG), diagnosticados e seguidos no Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Geral de Fortaleza e por neurologistas que tratavam doenças neuromusculares, no período de outubro de 1981 a junho de 2009 no Estado do Ceará, Brasil. Foram coletados dados clínicos e epidemiológicos. Foram estudados 122 pacientes, sendo 85 (69.7%) do sexo feminino e 37 (30.3%) do sexo masculino. O tempo de duração da doença variou de cinco meses a 50 anos (8.9 ± 8.1 anos). A idade de inicio da doença variou de zero a 74 anos (31.9 ± 14.4 anos). Na amostra estudada, os primeiros sintomas foram principalmente ptose palpebral superior, diplopia e fraqueza dos membros. A maioria dos pacientes apresentou a forma generalizada, enquanto 5.1% (n= 6) persistiram com miastenia ocular. Timectomia foi realizada em 42.6% (n=52) dos pacientes. A presença de timoma foi demonstrada em 10 pacientes. Anticorpos anti-receptor de acetilcolina estavam presentes em 80% (n=20) das amostras testadas.
Abstract: A retrospective chart review of patients diagnosed as having myasthenia gravis, followed in Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Geral de Fortaleza and by neurologists in Ceará, Brazil, from October 1981 to June 2009 was performed. Clinical and epidemiologic aspects were evaluated. In this work, 122 patients were studied, of whom 85 (69.7%) were females and 37 (30.3%) were males. The disease duration ranged from five months to 50 years (8.9 ± 8.1 years). Age at the first symptoms varied from 0 to 74 years (31.9 ± 14.4 years). The main first symptoms and signs were ptosis, diplopia and member weakness. Generalized myasthenia was the most common clinical presentation, but 5.1% (n=6) persisted as ocular myasthenia. Thymectomy was performed in 42.6% (n=52) of myasthenic patients. A thymoma was present in 10 patients. Serum acetylcholine receptor (AChR) antibodies were present in 80% (n=20) of specimens tested.
Descrição: AGUIAR, Aline de Almeida Xavier. Miastenia gravis no Ceará, Brasil : aspectos clínicos e epidemiológicos. 2010. 116 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/862
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_aaxaguiar.pdf737,99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.