Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8644
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarneiro, Cláudia Christina Bravo e Sá-
dc.contributor.authorSoares, Maria Elba-
dc.date.accessioned2014-08-07T17:26:39Z-
dc.date.available2014-08-07T17:26:39Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationSOARES, Maria Elba. História e filosofia das ciências na educação científica: percepções e influências formativas. 2013. 120f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8644-
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherwww.teses.ufc.brpt_BR
dc.subjectHistory and philosophy of sciencept_BR
dc.subjectTeacher educationpt_BR
dc.subjectFormação de Professorespt_BR
dc.subjectCiência – Filosofiapt_BR
dc.subjectCiência - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectProfessores de ciência - formaçãopt_BR
dc.titleHistória e filosofia das ciências na educação científica: percepções e influências formativaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.description.abstract-ptbrEsta dissertação é uma pesquisa de abordagem qualitativa, que teve como objetivo caracterizar e analisar a utilização, por professores do Ensino Fundamental, da História e Filosofia da Ciência, HFC, para a contextualização das discussões sobre o conhecimento científico e como estratégia didática no ensino e aprendizagem das Ciências Naturais. Teve-se, então, a intenção de investigar as visões de professores de disciplinas científicas acerca da utilização da História e Filosofia da Ciência em salas de aulas do Ensino Fundamental como facilitadora para a compreensão de conceitos, dos modelos e das teorias científicas. A pesquisa foi realizada em uma escola privada, com professores da 6ª à 9ª série do Ensino Fundamental. A metodologia escolhida foi o estudo de caso e as técnicas utilizadas foram o grupo focal com seis professores de Ciências e Biologia, com experiência de no mínimo dois anos na docência do Ensino de Ciências; a entrevista semiestruturada, realizada com duas professoras participantes do grupo focal e a análise documental, que investigou o Projeto Político Pedagógico e o Regimento Escolar. No estudo foram abordados autores como Matthews, 1994; Reis, 2011; Oliveira, 2000; Martins, 2007; Carvalho, Cachapuz, Gil-Pérez, 2012; Schnezler (2002); Delizoicov (2012), dentre outros. Os resultados mostram que a HFC não está inserida no Ensino de Ciências, nem como contextualização do conteúdo e nem como estratégia didática no Ensino Fundamental; mostra também que os professores compreendem conceitualmente o valor e a importância de trabalhar com a HFC para um ensino contextualizado, embora não a utilizem. Mostram, ainda, que há convergência sobre a importância dos cursos de formação em preparar os professores para trabalharem nesta abordagem. Considera-se que o conhecimento do professor sobre a HFC e a sua preparação para usá-la, poderá favorecer a sua inclusão no Ensino de Ciências. Por fim, neste trabalho considera-se importante que a formação inicial e a formação continuada tenham um compromisso político de preparar o professor de ciências para atuar usando a HFC, com uma base de conhecimentos que integrem o conhecimento científico ao pedagógico, considerando a complexidade da ação educativa.pt_BR
dc.title.enHistory and philosophy of science in science education: perceptions and formative influencespt_BR
Appears in Collections:PPGEB - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_mesoares.pdf989,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.