Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9255
Título: Fraturamento hidráulico de aquíferos – medição, modelagem e sua relação com o aumento da produtividade dos poços
Autor(es): Santos, José Sérgio dos
Ballestero, Thomas Paul
Pitombeira, Ernesto da Silva
Alencar Neto, Mariano da Franca
Palavras-chave: Fraturamento hidráulico
Aqüiferos
Poços
Recursos hídricos
Data do documento: 2010
Editor: Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas
Citação: SANTOS, J. S. et al. Fraturamento hidráulico de aquíferos – medição, modelagem e sua relação com o aumento da produtividade dos poços. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 16., 2010, São Luís. Anais... São Luís: [s.n.], 2010.
Resumo: A demanda das populações por mais água tem forçado o desenvolvimento de técnicas para melhorar o aproveitamento de todas as formas de recursos hídricos. Em algumas partes dos Estados Unidos da América, o fraturamento hidráulico tem sido utilizado para estimular poços perfurados no embasamento cristalino a aumentarem suas vazões. Na região Nordeste do Brasil, os poços perfurados neste tipo de formação geológica frequentemente exibem baixas vazões, o que os leva à posterior desativação ou abandono. O objetivo principal desta pesquisa é estudar os efeitos que o fraturamento hidráulico imprime sobre a transmissividade e as vazões de um aquífero fissural. Para tanto se desenvolveu um modelo de propagação de fraturas em formações rasas e de matriz impermeável. Para testar a metodologia, dados coletados em dois poços de bombeamento perfurados na Fazenda de Horticultura da University of New Hampshire foram utilizados. Uma análise conjunta dos resultados dos testes de bombeamento e do modelo de propagação de fratura permitiu concluir que, o fraturamento hidráulico aumentou a transmissividade das fraturas em 10 vezes em um poço e 190 vezes em outro. O dado prático foi que um poço passou a fornecer vazões 10 vezes maiores e no outro este aumento foi de 18 vezes.
Abstract: Population's demand for water has compelled the development of techniques to improve the use of all forms of water resources. In some parts of the United States hydraulic fracturing has been used to enhance the yield of wells drilled in bedrock. In Brazil's Northeast region, wells drilled in this kind of formation often exhibit low water yield that sometimes results in these wells being deactivated or abandoned. The main objective of this research is to study the effects that hydraulic fracturing causes in a fractured rock aquifer's transmissivity and flow. To this end, a model was developed that describes the propagation of fractures in a shallow, impermeable rock matrix. As a test of the methodology, data collected from two pumping wells drilled at the University of New Hampshire were used for verification. These data include pre- and postfracturing pumping tests and records of the fracturing operation. A combined analysis of pumping test results and propagating fracture model concluded that the hydraulic fracturing increased the transmissivity of one well more than 10 times and in the other the transmissivity increased 190 fold. The practical information was that one well yielded 10 times more water and the other 18 times more.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9255
Aparece nas coleções:DEHA - Trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_eve_espitombeira.pdf874,48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.