Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9308
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantiago, Maria Marlúcia Freitas-
dc.contributor.authorSilva, Carla Maria Salgado Vidal-
dc.contributor.authorFrischkorn, Horst-
dc.contributor.authorTeixeira, Zulene Almada-
dc.contributor.authorMendes Filho, Josué-
dc.date.accessioned2014-10-06T17:22:15Z-
dc.date.available2014-10-06T17:22:15Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationSANTIAGO, M. M. F. et al. Oxigênio-18 e deutério nas águas dos aquíferos Jandaíra e Açu no Ceará. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS, 16., São Luís. Anais... São Luis: Associação Brasileira de Águas Subterrâneas, 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/9308-
dc.description.abstractAnalyses of oxygen-18 and deuterium were performed on 31 water samples from Jandaira aquifer, in the township of Quixeré, and on 6 samples from the Açu aquifer in townships of Alto Santo and Tabuleiro do Norte of Ceará. Two samplings were made, one in April and the other in September of 2008. Whereas the samples from the Jandaira aquifer are typical for modern waters, with 18O and D exhibiting present day rainfall values, the waters from the Açu aquifer are clearly identified as paleowaters, with ages greater than 10,000 years, originating from a colder climate that marked them with lower 18O and D than present day rainfall. Seasonal variation of isotopes and electric conductivity in Açu waters indicate mixing with waters in contact the carbonatic formations Jandaíra or Quebradas.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.publisherCongresso Brasileiro de Águas Subterrâneaspt_BR
dc.subjectIsótopos ambientaispt_BR
dc.subjectAqüíferos Jandaíra e Açupt_BR
dc.subjectÁguas subterrâneaspt_BR
dc.titleOxigênio-18 e deutério nas águas dos aquíferos Jandaíra e Açu no Cearápt_BR
dc.typeOtherpt_BR
dc.description.abstract-ptbrAnálises de oxigênio-18 e de deutério foram realizadas em 31 amostras do aqüífero Jandaíra, coletadas no município de Quixeré, e em 06 amostras do aqüífero Açu coletadas nos municípios cearenses de Alto Santo e Tabuleiro do Norte, em duas coletas, em abril de 2008 e setembro de 2008. Enquanto as amostras do aqüífero Jandaíra são características de águas modernas, com 18O e D exibindo valores das chuvas atuais, as águas do aqüífero Açu são claramente identificadas como paleoáguas (com idade maior de 10.000 anos), provenientes de um regime climático mais frio, que marcou os isótopos ambientais com valores mais baixos que os atuais. Mudanças sazonais nas amostras da Formação Açu, em 18O e D e na condutividade elétrica indicam mistura com águas em contato com as formações carbonáticas Jandaíra e Quebradas.pt_BR
Appears in Collections:DEHA - Trabalhos apresentados em eventos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_eve_hfrischkorn.pdf146,15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.