Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10047
Título: Comemoração, pobreza e cultura letrada no centenário de Teresina (1952)
Título em inglês: Celebrations, poverty and literate culture in the centenary of Teresina (1952)
Autor(es): Santos, Maurício Feitosa dos
Orientador(es): Silva Filho, Antonio Luiz Macêdo e
Palavras-chave: Literate Culture
Celebrations
Teresina (PI) – Vida intelectual
Teresina (PI) – Condições sociais
Teresina (PI) – Comemorações de centenários, etc. Pobres – Teresina (PI)
Vida Urbana - Teresina (PI)
Data do documento: 2014
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Santos, M. F.; Silva Filho, A. L. M. (2014)
Resumo: Este trabalho pretende discutir a emergência histórica do discurso sobre a pobreza na cidade de Teresina no início dos anos 1950. Nesse período, a comemoração do Centenário da cidade, em 1952, mobilizou políticos e intelectuais a pensarem a cidade. Sobretudo na imprensa, o reconhecimento do caráter histórico do pauperismo da capital do Estado do Piauí foi um aspecto capitalizado pela crítica letrada no momento da efeméride. Os discursos que permearam a cultura letrada, ao delimitarem a historicidade da pobreza, foram prudentes quanto ao futuro. A ocorrência da seca de 1951-53 e a movimentação de flagelados por todo o Estado e na capital, somando-se aos mendigos e pobres urbanos, confluíram com certa unanimidade para interpretar aquele tempo como um momento de crise evidente. A elevação do custo de vida contribuiu de modo contundente para o entendimento de que a crise se agravava dia após dia. A partir da investigação de crônicas da imprensa, Censos Demográficos, Atas da Câmara Municipal e Mensagens de Governo, foi possível traçar as linhas gerais do discurso sobre a crise e a pobreza na visão dos letrados. Através de processos judiciais e da literatura, foi possível sondar, em perspectiva, o cotidiano e a vida de pessoas comuns naquele período, buscando compreender as ideias e ações dos pobres em busca de direitos que acreditavam possuir.
Abstract: This paper work intends to discuss the historical break in the speech about poverty in the city of Teresina in the beginning of the 1950’. This period, the city Centennial Anniversary, in 1952, mobilized politicians and intellectuals to think about the city. Mainly the press, to acknowledge the historical character of the Piauí State Capital pauperism was a highlighted aspect by the literate critic in the ephemeris moment. The speeches which permeated literate culture, delimiting the poverty historicity, were prudent regarding to the future. With the occurrence of the 1951-53 draught and the movement of flagellated all over the State and the Capital city, adding the beggars and urban poor population, converged with certain unanimity to interpret those times as a moment of evident crisis. The higher cost of living contributed bluntly to the understanding that the crisis was being aggravated day by day. By the investigation of press chronicles, Demographic Census, Municipal Chambers Minutes and Government Messages, it was possible to trace the general lines in the speech about the crisis and the poverty in the vision of literate. Throughout lawsuits, it was possible to prospect, in perspective, the day by day of common people in that period, seeking to understand the ideas and actions of poor people while claiming their rights.
Descrição: SANTOS, Maurício Feitosa dos. Comemoração, pobreza e cultura letrada no centenário de Teresina (1952). 2014. 242f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em História, Fortaleza (CE), 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10047
Aparece nas coleções:PPGH - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_mfsantos.pdf2,72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.