Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10280
Título: Assessment of endothelial function by flowmediated dilation of the brachial artery in adolescents with a history of preeclampsia or a normotensive pregnancy
Autor(es): Andrade, Joana Adalgisa Furtado Magalhães
Carvalho, Francisco Herlânio Costa
Mota, Rosa Maria Salani
Andrade, Guilherme Augusto Magalhães
Feitosa, Helvécio Neves
Ibiapina, Flávio Lúcio Pontes
Medeiros, Francisco das Chagas
Palavras-chave: Pré-Eclâmpsia
Endotélio Vascular
Adolescente
Artéria Braquial
Data do documento: Mar-2014
Editor: Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil
Citação: ANDRADE, J. A. F. M. ; CARVALHO, F. H. C. ; MOTA, R. M. S. ; ANDRADE, G. A. M. ; FEITOSA, H. N. ; IBIAPINA, F. L. P. ; MEDEIROS, F. C. (2014)
Resumo: Objetivos: determinar a prevalência de disfunção endotelial e a associação com o antecedente de préeclâmpsia leve e grave em adolescentes. Métodos: estudo transversal conduzido na MEAC – UFC com 103 adolescentes primíparas no pósparto. A avaliação da função endotelial foi realizada pela dilatação mediada por fluxo da artéria braquial. As variáveis (idade, índice de massa corporal, idade gestacional no parto, pressão arterial sistólica e diastólica e dilatação mediada por fluxo) foram comparadas entre os grupos. Considerou-se p<0,05 significância estatística. Resultados: vinte e quarto (23,3%) pacientes tiveram pré-eclâmpsia (PE): 11 PE leve e 13 PE grave. A prevalência geral de disfunção endotelial foi de 23,3% (21,5% das pacientes com gestações normotensas e 29,2% das PE: 18,2% daquelas com PE leve e 38,5% daquelas com PE grave). Houve significância estatística para pressão arterial sistólica, p=0,007. Conclusões: pacientes com história de PE apresentam pressão sistólica maior que pacientes com antecedente de gestação normotensa, mas não houve mais disfunção endotelial.
Abstract: Objectives: to determine the prevalence of endothelial dysfunction and its association with a history of mild and severe preeclampsia in adolescents. Methods: a cross-sectional study was carried out at the MEAC-UFC with 103 primiparous adolescents postpartum. The assessment of endothelial function was performed by way of flow-mediated dilatation of the brachial artery. Variables (age, body mass index, gestational age at delivery, systolic and diastolic blood pressure and flow-mediated dilation) were compared between groups. p<0.05 was considered to be statistically significant. Results: twenty-four (23.3%) patients had preeclampsia (PE): 11 mild and 13 severe. The overall prevalence of endothelial dysfunction was 23.3% (21.5 % of patients with normotensive pregnancies and 29.2% of the PE patients: 18.2% of those with mild PE and 38.5% of those with severe PE). The figures were statistically significant for systolic blood pressure, p=0.007. Conclusions: patients with a history of PE have higher systolic blood pressure than patients with a history of normotensive pregnancy, but did not have more endothelial dysfunction.
Descrição: ANDRADE, Joana Adalgisa Furtado Magalhães ; CARVALHO, Francisco Herlânio Costa ; MOTA, Rosa Maria Salani ; ANDRADE, Guilherme Augusto Magalhães ; FEITOSA, Helvécio Neves ; IBIAPINA, Flávio Lúcio Pontes ; MEDEIROS, Francisco das Chagas. Assessment of endothelial function by flowmediated dilation of the brachial artery in adolescents with a history of preeclampsia or a normotensive pregnancy. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, Recife, v. 14, n. 1, p. 81-90, mar. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10280
ISSN: 1519-3829 Impresso
Aparece nas coleções:DFIFA - Artigos publicados em revista científica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_fcmedeiros.pdf135,12 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.