Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10575
Title in Portuguese: Conforto térmico de frangos de corte em galpões com sistema de nebulização
Title: Thermal comfort of broiler chickens in sheds with misting system
Author: Queiroz, Marília Lessa de Vasconcelos
Advisor(s): Barbosa Filho, José Antonio Delfino
Co-advisor(s): Gadelha, Carla Renata Figueiredo
Albiero, Daniel
Keywords: Avicultura
Indústria animal
Populações animais - fatores de climáticos
Issue Date: 2014
Citation: QUEIROZ, M. L. V. Conforto térmico de frangos de corte em galpões com sistema de nebulização. 2014. 177 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: Para os animais expressarem melhor suas características genéticas é necessário que estejam em um ambiente favorável para isso. Apesar de no Estado do Ceará haver condições ambientais favoráveis à produção de frangos de corte, as temperaturas elevadas predominam durante todo o ano. O mecanismo de controle da temperatura corporal das aves só é eficiente quando a temperatura do ambiente se encontra dentro de certos limites. A combinação de elevadas temperaturas e elevada umidade relativa do ar pode afetar o bem-estar das aves e se tornar um fator limitante para a produção. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o ambiente de galpões avícolas, medindo temperatura e umidade relativa do ar para o cálculo do Índice Entalpia de Conforto, assim também como a medição da temperatura da cama das aves, luminosidade e velocidade do vento para elaboração de mapas de krigagem, assim também como monitorar variáveis fisiológicas (temperatura retal e frequência respiratória), o comportamento das aves e o ganho de peso. As avaliações foram feitas durante a época seca, no período da manhã e da tarde, em dois galpões idênticos, através de ferramentas da zootecnia de precisão. Os dados de temperatura da cama, luminosidade e velocidade do vento foram analisados através da geoestatística e, posteriormente, foram elaborados mapas com os perfis da distribuição espacial destas variáveis ao longo dos galpões. Com os mapas foi possível observar que em alguns locais a temperatura da cama das aves apresentou valores muito elevados, chegando a 33,8 oC aos 42 dias de uso do galpão, temperatura considerada elevada e que pode gerar desconforto térmico às aves e prejudicar as trocas térmicas por condução. Os mapas de krigagem também mostraram que o sistema de ventilação não distribuiu a ventilação de forma homogênea. A maior média da velocidade do vento foi 2,6 m.s-1. As medidas da temperatura retal e da frequência respiratória das aves na 5ª e 6ª semana foram consideradas elevadas e indicaram uma condição de estresse térmico. A avaliação do etograma demonstrou que as aves diminuíram o tempo gasto na alimentação e aumentaram o tempo de ócio, da 5ª para a 6ª semana. Esta queda no consumo provavelmente aconteceu devido à condição de estresse térmico a que as aves estavam submetidas. Todos esses fatores avaliados refletiram negativamente no ganho de peso dos animais, que tiveram o peso abaixo do esperado para a linhagem estudada.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10575
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_mlvqueiroz.pdf6,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.