Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10585
Title in Portuguese: Conforto térmico de operadores de tratores agrícolas submetidos a diferentes condições de operação de preparo de solo
Title: Thermal comfort of agricultural tractors operators submitted to different operating conditions of soil preparation
Author: Sousa, Ricardo Bruno Carvalho de
Advisor(s): Monteiro, Leonardo de Almeida
Keywords: Higiene do trabalho
Tratores agrícolas
Termografia
Calor
Issue Date: 2014
Citation: SOUSA, R. B. C. Conforto térmico de operadores de tratores agrícolas submetidos a diferentes condições de operação de preparo de solo. 2014. 98 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: A crescente demanda por alimentos tem feito com que a agricultura brasileira aperfeiçoe a sua produção em campo, levado o operador de tratores agrícolas a prolongadas jornadas de trabalho, expondo-o a um ambiente insalubre, além de provocar alguns acidentes e de causar danos à saúde do operador, ocasionando, em certos casos, até mesmo morte do profissional. Não obstante existam tecnologias capazes de melhorar as condições de trabalho do operador, como são as capotas e as cabines climatizadas, a grande maioria dos tratores no Brasil não dispõem deste dispositivo. Sendo assim, o operador permanece submetido a condições ambientais adversas, principalmente na região do Nordeste, em que, durante todo o ano, os elevados níveis de radiação solar e temperatura do ar são desfavoráveis ao conforto térmico e ao bem estar dos operadores de tratores agrícolas. Deste modo, tomando por base as condições econômicas e climáticas de cada região, o objetivo deste estudo foi avaliar o conforto térmico e ergonômico do operador em tratores agrícolas com e sem capota na atividade de preparo de solo, visando apontar diagnóstico em relação à sensação térmica, à insalubridade ao calor, o grau de esforço fisiológico e medir a temperatura da pele de diferentes membros do corpo deste profissional quando em trabalho. As avaliações foram feitas durante o verão brasileiro nos períodos matutinos, vespertinos e noturnos, utilizando de um trator BM-125I, da marca VALTRA, durante as operações de aração e subsolagem. A sensação térmica foi calculada através da temperatura e da umidade relativa do ar e resultou em desconforto em todas as condições trabalhadas. A insalubridade foi calculada baseando-se na metodologia da Norma Regulamentadora nº 15, Anexo 3, insalubridade esta que não foi diagnosticada por parte da exposição ao calor, dado se ter medido a frequência cardíaca do operador para análise ergonômica e se constatado que não houve sobrecarga cardiovascular nos esforços físicos demandados pelas operações. Finalmente, foi medida a temperatura média da pele dos certos membros do operador (face, mão, braço e perna) fazendo uso de termovisores e levando em consideração a permanência do calor acima da temperatura de conforto em todas as condições e horários trabalhados, e pode-se notar que houve diferença significativa quanto à variação na temperatura da pele do operador entre as condições de operações realizadas com e sem capota apenas nos os horários do meio dia e ao final da tarde.
Abstract: The increasing food demand has made Brazilian agriculture optimize their production in the field, conducing the agricultural tractors operator to prolonged working hours exposing him to an unhealthy environment, besides causing some accidents and cause damage to the operator health, causing, in some cases, even professional death. Nevertheless there are technologies that can improve the operator working conditions as are the cowlings and air-conditioned cabins, the great majority of tractors in Brazil don’t have this device. Therefore, the operator remains submitted to adverse environmental conditions, especially in the Northeast region, in which, throughout the year, the elevated levels of solar radiation and air temperature are unfavorable for thermal comfort and well-being of agricultural tractor operators. Then, based on the economic and climatic conditions in each region, the objective of this study was to evaluate the thermal and ergonomic operator comfort in tractors with and without cowl in the activity of soil preparation, aiming to identify diagnosis in relation to thermal sensation, heat insalubrity, the physiological stress degree and to measure the skin temperature of different body parts of this person when working. The assessments were made during the Brazilian summer morning, afternoon and evening periods, using a BM-125I tractor VALTRA brand, during plowing and subsoiling operations. The Thermal sensation was calculated using the temperature and relative humidity and resulted in discomfort worked in all conditions. The unhealthiness was calculated based on the methodology of Norma Regulamentadora 15, Anexo 3, unhealthiness this which was not diagnosed by exposure to heat, as it had measured the heart rate operator for ergonomic analysis and verified that there wasn’t overload in cardiovascular physical effort demanded by operations. Finally, measured the skin average temperature of some operator’s member (face, hand, arm and leg) by making use of thermal imaging and considering the permanence of heat above the comfort temperature in all conditions and hours worked, and was noted that there was significant difference in the variation by skin temperature operator between operating conditions with and without cowl only in the schedules of midday and late afternoon.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10585
Appears in Collections:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_rbcsousa.pdf5,18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.