Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10592
Title in Portuguese: Promoção da autoeficácia materna na prevenção da diarreia infantil - efeitos de uma intervenção combinada : vídeo educativo e roda de conversa
Title: Self-efficacy promotion mother in the prevention of child diarrhea - effects of a combined intervention : educational video and dialogue wheel
Author: Nascimento, Ludmila Alves do
Advisor(s): Ximenes, Lorena Barbosa
Keywords: Diarreia Infantil
Autoeficácia
Educação em Saúde
Issue Date: 2015
Citation: NASCIMENTO, L. A. Promoção da autoeficácia materna na prevenção da diarreia infantil - efeitos de uma intervenção combinada: vídeo educativo e roda de conversa. 2015. 131 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: A autoeficácia materna em prevenir a diarreia infantil é uma variável modificável, que mede a confiança materna em adotar os cuidados necessários para prevenir a doença na criança, sendo essencial para a promoção da saúde. Considerando que o enfermeiro deve promover e apoiar a autoeficácia materna na prevenção da diarreia infantil, as tecnologias educativas surgiram como favorecedoras dessa prática. Objetivou-se analisar a autoeficácia materna para prevenir diarreia infantil antes após uma intervenção educativa combinada (vídeo educativo e roda de conversa). Tratou-se de um estudo quase experimental, do tipo antes e depois, com grupo único composto por 58 mães de crianças com idade de zero a cinco anos, desenvolvido em duas unidades de saúde pertencentes à Secretaria Regional III e V, respectivamente. A coleta de dados foi realizada, no período de julho a outubro de 2014, em três etapas: na primeira, foi realizada uma entrevista com as mães, individualmente, onde se aplicou a Escala de Autoeficácia Materna para Prevenção da Diarreia Infantil e o formulário sociodemográfico e clínico da diarreia; a segunda etapa correspondeu à intervenção educativa grupal com a aplicação do vídeo educativo e a participação das mulheres na roda de conversa mediada pela pesquisadora. A terceira etapa correspondeu ao acompanhamento telefônico com a aplicação da Escala de Autoeficácia Materna para Prevenção da Diarreia Infantil e o formulário reduzido de investigação da ocorrência da diarreia infantil quinzenalmente por dois meses. Os dados foram analisados no Statistical Package for the Social Sciences, versão 20.0. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará. Predominaram mulheres com 20 a 29 anos de idade (56,9%), com parceiro (65,5%), com mais de oito anos de estudos (62,1%), donas do lar (74,5%), com renda mensal de até dois salários mínimos (91,4%). Verificou-se significância estatística entre as variáveis sociodemográficas, sanitárias e as médias dos escores da EAPDI nos quatro momentos de acompanhamento (p< 0,05): idade, estado civil, escolaridade materna, ocupação, renda per capita, número de residentes no domicílio, número de filhos e sexo da criança. Quanto às variáveis sanitárias: tipo de casa, tipo de piso, destino do lixo, moscas na casa, origem da água, procedência da água que a criança ingere, tratamento, sabão próximo das torneiras, tipo de sanitário, tipo de esgoto, existência de refrigerador e presença de animal no domicílio. Observou-se, a partir do primeiro mês de acompanhamento, efeito positivo da intervenção combinada na ocorrência da diarreia infantil e na autoeficácia materna, visto que houve redução do percentil de crianças com diarreia e, também, elevação na classificação da autoeficácia materna de baixa para moderada e elevada. Conclui-se que a intervenção educativa combinada elevou a autoeficácia materna em prevenir a diarreia infantil, assim como diminuiu as chances ocorrência da diarreia infantil nas mães do estudo. A utilização do vídeo educativo aliado às orientações dos enfermeiros em roda de conversa pode e deve ser realizada constantemente durante as atividades de educação em saúde pelos profissionais de saúde, em especial o enfermeiro.
Abstract: Maternal self-efficacy in preventing childhood diarrhea is a modifiable variable, which measures the maternal confidence to adopt the necessary precautions to prevent illness in children, essential for the promotion of health. Considering that nurses should promote and support maternal self-efficacy in preventing childhood diarrhea, educational technologies have emerged in order to favor this practice. The objective was to analyze maternal self-efficacy to prevent childhood diarrhea before and after a combined educational intervention (educational video and dialogue wheel). It was a quasi-experimental study, before and after type, with single group composed by 58 mothers of children aged from zero to five years, developed in two health units belonging to the Regional Secretariat III and V, respectively. Data collection was performed from July to October 2014 in three stages: first, an interview was conducted with the mothers, individually, when it was applied Maternal Self-efficacy Scale for Prevention of Infant Diarrhea and the sociodemographic and diarrhea clinical form; the second stage corresponded to the educational group intervention with the application of educational video and the participation of women in dialogue wheel mediated by the researcher. The third stage corresponded to the telephone follow-up and the implementation of Maternal Self-efficacy Scale for Prevention of Infant Diarrhea and the reduced form of childhood diarrhea occurrence research every fortnight for two months. Data were analyzed using the Statistical Package for Social Sciences version 20.0. The study was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Ceará. Most participants were female from 20-29 years of age (56.9%), with partner (65.5%), with more than eight years of education (62.1%), housewives (74.5%), with monthly income of up to two minimum wages (91.4%). There was statistical significance between the sociodemographic variables health and the means of EAPDI scores in the four moments of follow-up (p <0.05): age, marital status, maternal education, occupation, per capita income, number of residents in the household , number of children and child sex. For sanitary variables: type of home, surface, garbage disposal, flies in the house, water source, origin of the water that the child drinks, treatment, soap near the tap, type of toilet, type of sewage, existence of refrigerator and presence of animal at home. There was no statistical significance relationship between the occurrence of diarrhea and self-efficacy, but it was observed the increase in self-efficacy scores and the reduction of cases of diarrhea over the follow-up times, indicating that the combined educational intervention influenced in reducing the chance of occurrence of childhood diarrhea. It is concluded that the combined educational intervention increased maternal self-efficacy in preventing childhood diarrhea and decreased the chances of occurrence childhood diarrhea in mothers of the study. The use of educational video combined with the guidelines of nurses in dialogue wheel can and should be done consistently for health education activities by health professionals, especially nurses.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10592
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_lanascimento.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.