Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10778
Title in Portuguese: Avaliação dos fatores de risco à cárie dentária em pacientes pediátricos portadores de necessidades especiais
Title: Assessment of risk factors to tooth decay in pediatric patients with special needs
Author: Vasconcelos, Rebeca Bastos
Advisor(s): Fonteles, Cristiane Sá Roriz
Co-advisor(s): Rocha, Grace Sampaio Teles da
Keywords: Diagnóstico Bucal
Cárie Dentária
Fatores de Risco
Issue Date: 2014
Citation: VASCONCELOS, R. B. Avaliação dos fatores de risco à cárie dentária em pacientes pediátricos portadores de necessidades especiais. 2014. 96 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2014.
Abstract in Portuguese: Quando se trata de atenção odontológica básica ou especializada, crianças portadoras de necessidades especiais ainda representam uma parcela da população menos favorecida e estudada. O estudo teve o objetivo de avaliar a associação entre presença de lesão e experiência de cárie a fatores de risco à cárie, em uma amostra de pacientes pediátricos portadores de necessidades especiais utilizando o critério do Indice Internacional de Detecção de Cáries (ICDAS). A amostra foi composta por crianças de ambos os gêneros, de 4 a 12 anos, com diagnósticos variados, vinculadas a projetos de extensão universitária que oferecem atendimento odontológico, na Universidade Federal do Ceará (UFC) e na Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Foi aplicado questionário para acessar a saúde geral e bucal dessas crianças, e, em seguida, realizou-se uma avaliação clinica por um profissional devidamente treinado e calibrado nos critérios de avaliação de cárie (ICDAS). A amostra deste estudo clínico foi construída por 110 crianças do gênero masculino (55%) e 90 do gênero feminino (45%), cuja faixa etária de maior prevalência ocorreu no grupo de 4 a 6 anos (n= 66 crianças, 33%) e a categoria de diagnóstico mais comum foi a da Neurologia (n= 109, 54,5%). O critério ICDAS para prevalência de cárie demonstrou que 172 (86%) crianças tiveram suas superfícies dentárias classificadas com códico ICDAS maior do que 2. Análise estatística dos dados foi feita mediante os testes de Kruskall-Wallis, Mann-Whitney, tendo-se aplicado uma análise de regressão logística (p ≤ 0,05). Foram detectadas algumas diferenças estatisticamente significantes entre os valores de ICDAS: local do estudo (ICDAS4-6DPR, p= 0,02; ICDAS4-6SPR, p=0,01; CDAS1-3 4-6D, p=0,05), estágio da dentição (ICDAS CI, p= 0,08; ICDAS4-6DPR, p=0,004; ICDAS4-6SPR, p<0,001), hábito de verificar a higiene oral (ICDAS CI, p= 0,03; ICDAS4-6S, p= 0,03), uso do fio dental (ICDAS CI, p= 0,006; ICDAS4-6S, p= 0,01; ICDAS1-3 4-6D, p= 0,009), dieta rica em açúcar (ICDAS4-6S, p= 0,01), consistência dos alimentos (ICDAS 4-6 DPR, p= 0,03) e uso de mamadeira (ICDAS CI, p= 0,02; ICDAS4-6S, 0,01). A regressão logística identificou os fatores idade (4-6 anos X2= 4,588, OR= 3,228; p=0,032), lesão cerebral (presença X2=8,995; OR=0,196; p= 0,003), limitação dos movimentos (presença X2=5,749; OR=3,691; p= 0,016) e hábitos bucais deletérios (presença X2=17,925; OR= 4,272; p= <0,001) como fatores de risco para a cárie dentária. Pode-se concluir que a amostra de crianças portadoras de necessidades demonstrou elevada prevalência de cárie, em sua maioria cavitada, com identificação de vários fatores de risco. Os fatores de risco à cárie indicados nesta pesquisa podem guiar estudos futuros nesta população, além de serem essenciais para estabelecer estratégias de controle de cárie durante o planejamento ou execução do tratamento odontológico.
Abstract: When it comes about basic or specialized dental care, children with disabilities still represent a portion of the population less favored and studied The present study aimed to describe the profile of oral health using the ICDAS criteria and evaluate the association between lesions and caries experience with the risk factors for dental caries in patients with pediatric patients with special needs. The sample was composed by children of both gender, 4-12 years with varied diagnoses, linked to extramural projects that provide dental care at the Federal University of Ceará (UFC) and the University of Fortaleza (UNIFOR). Questionnaire was used to access the general and oral health of these children and then a clinical evaluation was made by a professional well-trained and calibrated in the evaluation of criteria of caries (ICDAS). It was observed that the sample of this clinical study was composed by 110 male children (55 %) and 90 females (45 %), where the most prevalent was the age between 4-6 years (n= 66 children, 33 %) and the category with the most common diagnosis was neurology (n= 109, 54.5 %). The ICDAS criteria for caries prevalence showed that 172 (86 %) children had their tooth surfaces classified as greater than 2 ICDAS code. Statistical analysis of data was done using the Kruskal -Wallis test , Mann - Whitney, applying logistic regression analysis (p≤ 0.05). We detected some statistically significant differences between the values of ICDAS: study site (ICDAS4 - 6DPR , p= 0.02; ICDAS4 - 6SPR, p= 0.01; CDAS1-3 4 -6D, p= 0.05), dentition stage (ICDAS CI, p= 0.08; ICDAS4 - 6DPR, p = 0.004 ; ICDAS4 - 6SPR, p< 0.001), habit of checking oral hygiene (ICDAS CI, p= 0.03; ICDAS4 - 6S, p= 0.03), flossing (ICDAS CI, p= 0.006 ; ICDAS4 - 6S , p= 0.01; ICDAS1-3 4-6D, p= 0.009), diet high in sugar (ICDAS4 - 6S ,p= 0.01), food consistency (ICDAS4-6 DPR, p= 0.03) and the use of baby bottle (ICDAS CI, p= 0.02 ; ICDAS4 - 6S , p= 0.01). Logistic regression analysis identified the factors age (4-6 years X2 = 4.588, OR = 3.228, p= 0.032), brain injury (X2 = 8.995 presence, OR= 0.196 , p= 0.003) , limited range of motion (X2= 5.749 presence, OR= 3.691, p= 0.016) and bad oral habits (presence X2= 17.925, OR= 4.272 , p= < 0.001) as risk factors to dental caries. We can conclude that the sample of children with needs presented high prevalence of caries, most of them cavitated, identifying several risk factors. Risk factors for dental caries indicated in this study can guide future studies in this population, besides being essential to establish control strategies of caries during the planning or execution of dental treatment.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10778
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_dis_rbvasconcelos.pdf2,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.