Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1101
Título: Análise dos desembarques da pesca de Fernando de Noronha
Título em inglês: Analysis of landings from the Fernando de Noronha fishery (Brazil)
Autor(es): Lessa, Rosângela Paula
Sales, Leonardo
Coimbra, Maria Raquel
Guedes, Dinalva
Vaske Júnior, Teodoro
Palavras-chave: Fernando de Noronha
Ilhas Oceânicas
Pesca com Currico e Pargueira - Fernando de Noronha
Pesca Artesanal - Fernando de Noronha
Spyraena Barracuda
Caranx Lugubris
Thunnus spp
Data do documento: 1998
Editor: Arquivos de Ciências do Mar
Citação: LESSA, R. P. et al (1998)
Resumo: A pesca em Fernando de Noronha (3°50'24"S/ 32°24'48"W) é desenvolvida com currico e pargueira no entorno do Arquipélago capturando, no eixo máximo de 5 milhas náuticas, um grande número de espécies. Barracuda ( Sphyraena barracuda), três espécies de atuns (Thunnus albacares, Thunnus alalunga e Thunnus atlanticus) e xaréu-preto (Caranx lugubris) representam 42%, 36% e 7% das capturas, respectivamente. A produção entre 1988 e 1990 mostrou um declínio pra o total de espécies. Essa situação explicada pela diminuição no esforço de pesca observada no período (de 726 viagens para 411 viagens). A analise de CPUE mostrou um pico a partir de março a maio de cada ano para barracuda (32,0 kgviagem a 41,3Kg/viagem); a categoria "atum" apresentou três picos de máxima ao longo do ano (35,0 kg/viagem a 54,0 kg/viagem), enquanto que para xeréu-preto as CPUE máximas ocorrem em abril (38,9 kg/viagem). Barracudas variaram entre 42,0 e 105,0 cm CZ, com tamanho médio de 69,3 +8,2 cm CZ. A maioria das amostras é composta por adultos, a proporção sexual é favorável aos machos. Amostras de Thunnus albacares, com 58,0 a 136,0 cm CZ, são na maior parte compostas por juvenis, e o tamanho médio é de 83,44_ 12,53 cm CZ; Caranx lugubris variou na amostra de 28,0 a 66,0 cm Cz; o comprimento médio foi de 44,6 + 11,5 cm CZ. Foram estabalaecidas relações entre peso eviscerado e comprimento zoológico, e entre peso eviscerado e comprimento zoológico para três espécies. Relações entre peso eciscerado e comprimento zoológico mostraram diferenças significativas para Sphyraena barracuda entre os sexos.
Descrição: LESSA, Rosângela Paula et al. Análise dos desembarques da pesca de Fernando de Noronha. Arquivos de Ciências do Mar, Fortaleza, v. 31, 1998, p. 47-56.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1101
Aparece nas coleções:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1998_art_rlessa.pdf623,62 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.