Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11169
Title in Portuguese: As identidades da "identidade": sobre os diferentes usos e significados do conceito "identidade" na Psicologia Social
Title: The identities of Identity: on different uses and meanings of the concept Identity in social psychology
Author: Gonçalves Neto, José Umbelino
Advisor(s): Lima, Aluísio Ferreira de
Keywords: Research methodology
Conceptual analysis
Wittgenstein,Ludwig,1889-1951 - Crítica e interpretação
Linguagem ordinária - Filosofia
Identidade(Psicologia)
Pesquisa - Metodologia
Issue Date: 2015
Publisher: www.teses.ufc.br
Citation: GONÇALVES NETO, J. U.; LIMA, A. F. (2015)
Abstract in Portuguese: Esta é uma pesquisa de natureza conceitual cujo objetivo é analisar a gramática do termo “identidade” tal como empregado em textos de Psicologia Social. Tal discussão é relevante porque esse conceito é utilizado com diferentes nuances em diferentes desenhos teórico-metodológicos, de modo que o seu significado é alvo de controvérsias, havendo inclusive debates sobre a sua validade e até mesmo propostas de que seja abandonado. Baseados na filosofia da linguagem de Wittgenstein, considera-se neste trabalho que muitas dessas discussões se baseiam em mal-entendidos sobre como linguisticamente um conceito funciona e, no caso, sobre como funciona o próprio conceito “identidade”. Como base teórico-metodológica, é utilizada a abordagem de Wittgenstein aos problemas filosóficos, seguindo o método que este filósofo propôs em suas obras Livro Azul, Livro Castanho e Investigações Filosóficas. Resumidamente falando, esse método consiste em um tipo de análise da gramática que rege o uso de uma palavra, observar e descrever diferentes casos em que um termo é utilizado, e então comparar esses diferentes casos. Trata-se de um método não sistemático, mas bastante elucidativo. Wittgenstein não propõe resolver problemas conceituais, mas sim dissolvê-los. Nisto torna-se possível explicitar como os membros de uma comunidade estão empregando esse termo e assim esclarecer mal-entendidos sobre um problema conceitual. Dessa forma, explana-se como o termo “identidade” aparece e é efetivamente usado nos textos de alguns autores influentes na Psicologia Social brasileira: G. Mead e E. Goffman, com um conceito de identidade interacionista; A. C. Ciampa e P. Ricoeur, com um conceito de identidade narrativo; J.-C. Deschamps e P. Moliner, com um conceito de identidade representacional/cognitivo. Com a metodologia proposta, o conceito “identidade” pôde ser tratado como um objeto linguístico, evitando-se uma abordagem essencialista. Através de uma abordagem pragmática, foram apresentados os diferentes usos e significados desse conceito.
Abstract: This is a conceptual study conducted to analyze the grammar of the term “identity” as used in social psychology texts. Such debate is relevant because this concept is used with different nuances in different theoretical and methodological designs, so that its meaning is the subject of controversy and there are even discussions on its validity and even proposals for it should be abandoned. Based on Wittgenstein’s philosophy of language, in this work it is considered that many of these discussions are based on misunderstandings about how a concept works linguistically and in the case, about how the very concept “identity” works. The theoretical and methodological basis is Wittgenstein’s approach to philosophical problems, following the method that this philosopher proposed in his works: Blue Book, Brown Book and Philosophical Investigations. Briefly speaking, this method is a type of analysis of the grammar that rules the use of a word, to observe and describe different cases where a term is used, and then compare these different cases. This is a non-systematic method, but very enlightening. Wittgenstein does not propose to solve conceptual problems, but dissolve them. By this it becomes possible to elucidate how members of a community are employing this term and thus clarify misunderstandings regarding a conceptual problem. Thus, it is shown how the term “identity” appears and is effectively used in the texts of some influential authors in Brazilian Social Psychology: G. Mead and E. Goffman, with a interactional concept of identity; A. C. Ciampa and P. Ricoeur, with a narrative concept of identity; J.-C. Deschamps and P. Moliner, with a representational/cognitive concept of identity. With the proposed methodology, the concept “identity” could be treated as a linguistic object, avoiding an essentialist approach. Through a pragmatic approach, were presented the different uses and meanings of this concept.
Description: GONÇALVES NETO, José Umbelino. As identidades da "identidade": sobre os diferentes usos e significados do conceito "identidade" na Psicologia Social. 2015. 112f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11169
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_jugneto.pdf932,36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.