Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1128
Título: EFEITO IMUNOESTIMULANTE DOS POLISSACARÍDEOS SULFATADOS DA ALGA MARINHA VERMELHA Gracilaria caudata NA REVERSÃO SEXUAL DE TILÁPIA DO NILO, Oreochromis niloticus (LINNAEUS, 1766) EM CONDIÇÕES ADVERSAS.
Título em inglês: Immunostimulant effect of sulfated polysaccharides from the red marine alga Gracilaria caudata in sexual reversion of Nile tilapia, Oreochromis niloticus (LINNAEUS, 1766) under adverse conditions.
Autor(es): Araujo, Glacio Souza
Orientador(es): Farias, Wladimir Ronald Lobo
Palavras-chave: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Tilápia
Reversão sexual
Polissacarídeos sulfatados
Imunoestimulação
Data do documento: 18-Ago-2006
Resumo: Machos de tilápia chegam a crescer de 1,8 a 2,5 vezes mais rápido do que as fêmeas, sob condições de cultivo intensivo. Assim, as estratégias para obter populações monossexo estão focadas na produção de lotes de alevinos machos. A produção de indivíduos 100% machos através do uso do andrógeno 17-α-metiltestosterona é considerada a técnica mais efetiva e de menor custo. No entanto, o uso de hormônios e o aumento na densidade de cultivo tendem a afetar adversamente a saúde dos organismos cultivados, aumentando os índices de mortalidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de polissacarídeos sulfatados, extraídos da alga marinha vermelha Gracilaria caudata, na sobrevivência e ganho de peso de pós-larvas da tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus, submetidas à reversão sexual. O experimento consistiu em quatro tratamentos com três repetições cada, em um total de doze aquários com capacidade para 40L. Em cada tratamento foram utilizadas 960 pós-larvas (pl’s) de tilápias, na densidade de estocagem de 8 pl’s/L. No tratamento controle não foi utilizado o polissacarídeo e, nos outros três tratamentos, foram utilizadas doses crescentes (0,05, 0,1 e 0,2mg/g de peso vivo das larvas) do polissacarídeo na ração. Durante as duas primeiras semanas de reversão, foi utilizada aeração constante e uma renovação de água de 20% em cada repetição. A partir da terceira semana, foi elevado o estresse em todos os tratamentos através da supressão da aeração e/ou da renovação de água, a fim de induzir o aumento da mortalidade. Ao final do experimento, não houve diferença significativa entre os tratamentos com relação ao peso médio final e ganho médio de peso diário das pós-larvas. No entanto, com relação à mortalidade, houve diferença significativa (α = 0,05) no final ao final da última semana de reversão e cinco dias após o experimento (α = 0,01), quando o estresse foi de moderado a elevado, respectivamente. Desta forma, as pl’s que receberam a dose de 0,1 e 0,2mg/g se tornaram mais resistentes às situações de estresse induzidas no experimento.
Descrição: ARAUJO,Glacio Souza. EFEITO IMUNOESTIMULANTE DOS POLISSACARÍDEOS SULFATADOS DA ALGA MARINHA VERMELHA Gracilaria caudata NA REVERSÃO SEXUAL DE TILÁPIA DO NILO, Oreochromis niloticus (LINNAEUS, 1766) EM CONDIÇÕES ADVERSAS.2006.71f. Dissertação(Mestrado em Engenharia de Pesca) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1128
Aparece nas coleções:PPGENP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006-dis-gsaraujo.pdf1,96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.