Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11545
Title in Portuguese: Efeitos de intervenções por telefone na adesão ao recebimento do laudo colpocitológico
Title: Telephone intervention effects on adherence to receive the Pap smear result
Author: Nicolau, Ana Izabel Oliveira
Advisor(s): Pinheiro, Ana Karina Bezerra
Keywords: Neoplasias do Colo do Útero
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Educação em Saúde
Issue Date: 2015
Citation: NICOLAU, A. I. O. ; PINHEIRO, A. K. B. (2015)
Abstract in Portuguese: Estudo desenvolvido com o objetivo de testar os efeitos das intervenções comportamentais e educativas por telefone no comparecimento das mulheres à consulta de retorno para receber o resultado do exame colpocitológico. Este é um estudo experimental randomizado controlado, realizado a partir de três grupos: educativo (intervenção educativa via telefone), comportamental (lembrete telefônico) e comparação (usual – cartão de marcação). Os dados foram coletados de janeiro a agosto de 2014, no Centro de Desenvolvimento Familiar (CEDEFAM), situado no bairro Planalto Pici, Fortaleza, Ceará. A amostra totalizou 510 mulheres, conforme os seguintes critérios de inclusão: ter iniciado atividade sexual, realizar o exame de prevenção do câncer do colo uterino no período da coleta de dados e possuir telefone móvel ou fixo. O instrumento aplicado referente ao inquérito CAP (Conhecimento, Atitude e Prática) havia sido validado anteriormente em outro estudo experimental. Para padronizar a intervenção educativa elaborou-se um roteiro segundo os preceitos da entrevista motivacional. Os dados foram analisados com o auxílio do programa estatístico Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 20.0. As informações referentes ao conhecimento deixaram evidente que, embora, 96,9% já tivessem ouvido falar sobre a prevenção do câncer do colo uterino, somente 33,7% demonstraram conhecimento adequado. Na avaliação da atitude 40,8% foram classificadas com atitude adequada, enquanto a prática revelou 72,2% de adequabilidade. Das 510 mulheres estudadas, 429 (84,1%) retornaram para buscar o resultado do exame, o que totalizou uma taxa geral de não retorno de 15,9%. Entre as 429 participantes, 64,1% compareceram na data aprazada e os grupos educativo e comportamental foram os mais assíduos. As mulheres que receberam uma dessas duas intervenções apresentaram 7,3% de não retorno e 6,2 (IC 95%: 3,7-10,5) vezes mais chances de comparecer ao serviço em relação ao grupo comparação. A análise individual das intervenções provou que ambas são eficazes, já que a comportamental aumentou a chance da mulher comparecer ao serviço em 7,1 vezes (IC 95%: 3,6-14,2) e a educativa, em 5, 5 (IC 95%: 2,9-10,4). As taxas de não retorno foram, respectivamente, 6,5% e 8,2%, contra 33,1% no grupo comparação. Portanto, as intervenções comportamentais e educativas por telefone configuram estratégias de base populacional eficazes para o retorno e, assim, o sucesso no rastreamento e seguimento das lesões precursoras do câncer cérvico-uterino.
Abstract: Study developed to test the effects of behavioral and educational interventions by phone in women on receiving the results of Pap test. It is, therefore, a randomized controlled experimental study conducted on three groups: education (educational intervention by telephone), behavioral (telephone reminder) and comparison (usual – reminder chart). Data were collected from January to August 2014 in the Family Development Center (CEDEFAM), located in the Planalto Pici neighborhood, Fortaleza, Ceará. The sample included 510 women, according to the following inclusion criteria: already having initiation of sexual activity, take the examination for the prevention of cervical cancer in the data collection period and have a mobile phone or landline. The KAP survey instrument applied has been validated in a previous experimental study. In order to standardize the educational intervention, a guide based by motivational interviewing was formulated. Data were analyzed with the Statistical Package for Social Sciences (SPSS), version 20.0. Information about the knowledge showed that, although 96,9% had heard about the prevention of cervical cancer, only 33,7% demonstrated adequate knowledge. In assessing the attitude, 40,8% were classified as appropriate and 72,2% had an adequate practice. Of the 510 women studied, 429 (84,1%) returned to check the test results, which amounted to a general rate of no return of 15,9%. Among the 429 participants, 64, 1% attended at the due date, and the educational and behavioral groups was the most frequent. Women who received one of the two interventions showed 7,3% of no return and 6,2 (CI 95%: 3,7-10,5) times more likely to attend the service compared to the comparison group. Individual analysis of interventions proved that both are effective, because the behavioral increased the chance of women attending the service at 7,1 (CI 95%: 3,6-14,2) times and the educational at 5,5 (CI 95%: 2,9-10,4). Non-return rates were, respectively, 6,5% and 8,2%, compared to 33,1% in the comparison group. Therefore, behavioral and educational interventions by phone can be configured as effective population-based strategies for the return, being thus successful in the screening and follow up of cervical cancer precursor lesions.
Description: NICOLAU, Ana Izabel Oliveira. Efeitos de intervenções por telefone na adesão ao recebimento do laudo colpocitológico. 2015. 117 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/11545
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_tese_aionicolau.pdf3,93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.